sicnot

Perfil

Cultura

Jim Carrey arrasado com suicídio da ex-namorada

"Ela era uma flor irlandesa verdadeiramente gentil e delicada" é assim que Jim Carrey, em comunicado, começa por descrever a ex-namorada Cathriona White encontrada morta na passada segunda-feira em sua casa, em Los Angeles. De acordo com o site TMZ.com, a maquilhadora terá deixado uma nota de suicídio, que mencionava que a sua relação com Jim Carrey tinha terminado no dia 24 de setembro.

Richard Shotwell

Cathriona White, ex-namorada do ator Jim Carrey, foi encontrada morta esta segunda-feira em casa, na cidade de Los Angeles.

De acordo com o site de celebridades TMZ, White deixou uma carta de suicídio, em que mencionava que a relação com Jim Carrey tinha terminado no dia 24 de setembro.

No mesmo dia deixou uma mensagem enigmática no Twitter: "Espero ter sido uma luz para os meus próximos e queridos".

De acordo com as autoridades Cathriona White morreu vítima de overdose de drogas.

Jim Carrey e Cathriona White conheceram-se em 2012, mas mantiveram uma relação conturbada, com algumas separações e reconciliações. Em maio do ano passado, retomaram a relação.

O ator descreve a ex-namorada como uma pessoa muito sensível "para quem amar e ser amado era tudo o que importava. Meu coração vai para sua família e amigos e para todos aqueles que a amavam e se preocupavam com ela", escreveu no comunicado.

  • Eis os novos heróis de Vila de Aves
    3:03
  • Desportivo das Aves fora da Liga Europa

    Desporto

    O Desportivo das Aves não vai à Liga Europa e o Sporting terá entrada direta na fase de grupos. Apesar da conquista da Taça de Portugal, a equipa avense não se licenciou em tempo útil para poder participar na prova da UEFA, apurou a SIC.

  • E agora, Sporting? Semana de decisões e incertezas
    2:53
  • "Para primeiro dia de pesca da sardinha, não foi mau"
    2:19
  • "Desfiliei-me do PS mas continuo socialista"
    1:29

    País

    José Sócrates garantiu este domingo que não atacará o PS e que continua a ser socialista. O antigo primeiro-ministro participou num almoço de apoio, em Lisboa, com cerca de 100 pessoas, a maioria anónimos.