sicnot

Perfil

Cultura

Sara Santos venceu prémio de melhor coleção do Sangue Novo na ModaLisboa

A designer de moda portuguesa Sara Santos, de 22 anos, venceu hoje o prémio de melhor coleção do projeto Sangue Novo, da ModaLisboa, com uma coleção de homem inspirada na subcultura 'mod' dos anos 1960.

© Rafael Marchante / Reuters

O nome de Sara Santos, que terminou recentemente o mestrado em moda de homem na Escola Superior de Artes e Design (ESAD) de Matosinhos, foi anunciado pela presidente da ModaLisboa, Eduarda Abbondanza, no final do desfile do projeto Sangue Novo, destinado a jovens finalistas de cursos de Design de Moda ou que estejam a iniciar a sua marca.

Para Sara Santos este foi o primeiro "desfile a sério, fora da escola".

"Não esperava ser selecionada para participar no Sangue Novo, quanto mais ganhar o prémio de melhor coleção", afirmou, visivelmente emocionada, em declarações à agência Lusa no final do desfile.

Sara Santos explicou que foi buscar inspiração para os seis coordenados que apresentou à subcultura 'mod' dos anos 1960. Os jovens que pertenciam a essa subcultura "usavam a roupa para passar uma mensagem, transmitir a sua identidade".

Além de Sara Santos, nesta edição do Sangue Novo participaram também Banda, Carolina Machado, Cristina Real, David Catalán, Inês Duvale, Patrick de Pádua, Rúben Damásio e Tânia Nicole.

Os nove participantes foram avaliados por um júri composto pela presidente da ModaLisboa, Eduarda Abbondanza, pelos designers Paulo Cássio e Nuno Gama e pela diretora do Master in Fashion Design da Domus Academy, Sara Desimoni.

Sara Santos recebe um 'Master Level Certificate in the Fashion Area', um 'workshop' de cinco semanas em Milão oferecido pela Domus Academy, no valor de 5.200 euros, e uma bolsa de estudo de 5.000 euros atribuída pela Vulcano, patrocinador oficial da ModaLisboa, para fazer face às despesas inerentes à participação no curso.

O desfile do Sangue Novo teve ainda como convidada a dupla espanhola CarlotaOms (Elisabet Carlota e Elisenda Oms), no âmbito da parceria da ModaLisboa com o festival de moda holandês FashionClash.

Lusa

  • O encontro emocionado de Marcelo com a mãe de uma das vítimas dos fogos
    0:30
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • "O fogo chegou de repente. Foi um demónio"
    2:15
  • O desabafo de um empresário que perdeu "uma vida inteira de trabalho" no fogo
    2:08
  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10
  • As comunicações entre operacionais no combate às chamas em Viseu
    2:27
  • Houve "erros defensivos que normalmente a equipa não comete"
    0:38

    Desporto

    No final do jogo, quando questionado sobre a ausência de Casillas no onze do FC Porto, Sérgio Conceição referiu que a equipa apresentada era aquela que lhe oferecia garantias. Quanto ao jogo, o treinador portista reconheceu que a equipa cometeu vários erros defensivos.

  • "Cometemos erros e há que tentar corrigi-los"
    0:41

    Desporto

    No final do jogo em Leipzig, Iván Marcano desvalorizou a ausência de Iker Casillas e entendeu que o facto de o guarda-redes ter ficado no banco não teve impacto na equipa. Já sobre o jogo, o central espanhol garantiu que não correu da forma como os jogadores esperavam.

  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.