sicnot

Perfil

Cultura

Uma dezena de desfiles preenchem o terceiro dia da 45ª edição da ModaLisboa

A 45.ª edição da ModaLisboa continua hoje com uma dezena de desfiles com as propostas para a próxima primavera, nos Paços do Concelho e no Pátio da Galé.

© Rafael Marchante / Reuters

Os desfiles começam pelas 14:30 nos Paços do Concelho com a apresentação das coleções de Nair Xavier, Olga Noronha e Ricardo Andrez, todos inseridos na plataforma LAB.

Depois, a passerelle muda-se para o Pátio da Galé para a apresentação das coleções do francês Christophe Sauvat, de Valentim Quaresma, da Saymyname, de Miguel Vieira (que também já desvendou a coleção para a próxima primavera em Milão), de Ricardo Preto e de Alexandra Moura.

Entretanto, pelas 17:00, haverá nas Arcadas do Pátio da Galé, no Terreiro do Paço, um desfile de uma marca de roupa e material de surf, a Billabong, que será aberto à população.

Também aberto a toda a população está o Wonder Room, uma 'pop-up store' (loja temporária) de marcas nacionais, no espaço do BPI na Praça do Município.

Ali, entre as 15:00 e as 21:00, é possível ficar a conhecer e adquirir o trabalho de 22 marcas nacionais emergentes.

Já nos Paços do Concelho poderá visitar-se duas exposições, entre as 14:00 e as 22:00 -- a mostra do 'Sangue Novo' e a 'Portuguese Shoes', que "revelará uma seleção das propostas de calçado apresentadas em passerelle, resumindo a aproximação cada vez mais forte entre a indústria do calçado e o design", segundo a organização.

Lusa

  • As mulheres na clandestinidade durante o Estado Novo
    7:32

    País

    Não se sabe quantas mulheres portuguesas viveram na clandestinidade durante o Estado Novo, mas estiveram sempre lado a lado com os homens que trabalhavam para o Partido Comunista na luta contra a ditadura. Aceitavam serem separadas dos filhos e mudarem de identidade várias vezes ao longo dos anos. A história de algumas destas mulheres estão agora reunidas num livro que acaba de ser lançado.