sicnot

Perfil

Cultura

Wim Wenders, Luís Miguel Cintra e Jonathan Demme em novembro no Lisboa & Estoril Film Festival

O ator e encenador Luís Miguel Cintra e os realizadores Wim Wenders e Jonathan Demme estarão em novembro no Lisbon & Estoril Film Festival (LEFF), onde serão homenageados, foi hoje anunciado.

leffest.com

A nona edição, hoje apresentada pelo produtor Paulo Branco, decorrerá de 06 a 15 de novembro em vários espaços dos concelhos de Lisboa e Cascais.

A par dos convidados internacionais, de várias áreas artísticas, o LEFF apresentará alguns dos filmes exibidos - e em alguns casos premiados - ao longo dos últimos meses em festivais internacionais.

"Mia Madre", de Nanni Moretti, "Heart of a dog", que Laurie Anderson mostrará em Portugal, "Right now, wrong then", de Hong Sang-Soo, e "Knight of cups", de Terrence Malick, são quatro dos filmes programados para o festival.

Os escritores Don DeLillo, Hélia Correia e John Berger e os realizadores Elia Suleiman e Benoît Jacqout também estarão no festival. Para Paulo Branco, é "absolutamente essencial que os espectadores possam ter acesso direto às conversas com eles, em debates e masterclasses".

Há dois filmes portugueses no programa: "Montanha", de João Salaviza, seleccionado para a competição, e "Jogo de damas", de Patrícia Sequeira.

O filósofo José Gil será o curador de um simpósio sobre loucura e criação artística.

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28