sicnot

Perfil

Cultura

Dois concertos em Lisboa para apoiar refugiados

A Fundação Calouste Gulbenkian (FCG) e o espaço Music Box promovem hoje dois concertos, em Lisboa, para angariação de fundos destinados à Plataforma de Apoio aos Refugiados (PAR).

Na Gulbenkian, o concerto realiza-se no Grande Auditório, a lotação encontra-se esgotada, e o solista, o músico russo Pavel Gomziakov, vai interpretar o Concerto para violoncelo em Dó Maior, de Joseph Haydn, e a 2.ª Suite para violoncelo solo, de Johann Sebastian Bach, no violoncelo Stradivarius Chevillars, com 290 anos, classificado como tesouro nacional.

Este violoncelo é uma das jóias da coroa do espólio do Museu da Música, pertenceu ao rei D. Luís I (1838-1889) e é o único instrumento em Portugal com a assinatura do construtor António Stradivari (1644-1737).

No Music Box realiza-se uma festa solidária de boas vindas aos refugiados, com atuações dos For the Glory, Easyway, Viralata, xGAEAx, Artigo 21, Shape e F.P.M.

A iniciativa conta com a participação de Shahd Wadi, ativista dos direitos humanos e do povo palestiniano e membro do Comité de Solidariedade com a Palestina, e de Rodrigo Rivera, do SOS Racismo.

Estes dois concertos antecipam em uma semana a iniciativa "Portugal solidário", que contempla a realização em simultâneo de dez concertos, em dez cidades portuguesa, com a receita das bilheteiras a reverter, na totalidade, para dois organismos que apoiam refugiados - a PAR e ao Conselho Português para os Refugiados (CPR).

No dia 25, no Porto, dois outros concertos juntam-se ao movimento, com a Casa da Música a mobilizar a orquestra e o coro residente e o Hard Club Porto, a contar com os Blind Zero, Helena Sarmento e Mundo Secreto, para "bomPorto -- concerto pelos refugiados".

Lusa

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.