sicnot

Perfil

Cultura

Músico David Bowie edita novo álbum no dia do 69.º aniversário

​O músico britânico David Bowie editará um novo álbum, intitulado "Blackstar", a 08 de janeiro, dia em que completará 69 anos, anunciou hoje um porta-voz do artista.

© Shaun Best / Reuters

A edição do novo álbum é antecedida por um single, com o mesmo título, a 20 de novembro.

Na página oficial na Internet, o músico faz saber que o tema "Blackstar" não faz parte da peça de teatro "Lazarus", que coescreveu com Enda Walsh, e que se estreará em novembro, mas sim do novo álbum, a editar em janeiro.

David Bowie é considerado uma das figuras mais vanguardistas e influentes da música pop rock ocidental, mas é também um dos mais discretos artistas do panorama musical, com raras aparições públicas e raríssimas atuações. O que não o impede de se manter musicalmente ativo.

No mês passado, o músico revelou que escreveu uma canção para uma série de televisão, "The Last Panthers", produzida pelo Reino Unido e pela França.

"Blackstar" será o 25.º álbum da carreira de David Bowie e o sucessor de "The next day", que publicou em 2013, ao fim de uma década de silêncio. Com exceção da música, o silêncio do artista manteve-se, sem entrevistas ou atuações associadas ao disco.

Nesse ano, o Victoria and Albert Museum, em Londres, acolheu uma exposição retrospetiva dedicada a David Bowie, que revela manuscritos, fotografias, filmes, indumentária, instrumentos e produção artística, feita em colaboração com outros artistas.

Em 2014 saiu "Nothing has changed", uma coletânea que percorre toda a carreira do criador de Ziggy Stardust, de 1964 até à atualidade. Este ano, o músico publicou "David Bowie: Five Years 1969 - 1973", a primeira de uma série de caixas que cobrirão toda a carreira.

Lusa

  • "Até para o ano", a mensagem de Ronaldo para os adeptos do Real Madrid
  • Despenalização da eutanásia votada na terça-feira no Parlamento
    2:04
  • Há companhias aéreas a contratar. TAP é uma delas
    1:28

    Economia

    Com o crescimento do turismo, que continua a bater recordes, as companhias aéreas querem profissionais para reforçar as rotas com maior procura e oferecer novos destinos. Só a TAP prevê contratar mais 700 pessoas este ano para várias funções, incluindo 300 tripulantes de cabine e 170 pilotos.

  • O bombeiro herói que recebe 267 euros de pensão
    2:36
  • Funcionários dos EUA na Coreia do Norte para preparar cimeira
    2:19