sicnot

Perfil

Cultura

Japão vai estrear primeiro filme coprotagonizado por uma atriz andróide

O filme japonês "Sayonara", o primeiro coprotagonizado por uma atriz androide, vai chegar aos cinemas japoneses no dia 21, depois da sua estreia internacional durante o 28.º Festival de Cinema da capital japonesa.

tiff-jp.net

O filme é um projeto conjunto do realizador japonês Koji Fukada ("Hospitalidade"), o dramaturgo Oriza Hirata e o professor e engenheiro Hiroshi Ishiguro, líder do Laboratório de Telecomunicações Avançadas do Japão, que é conhecido pelos seus desenhos de robôs com aspeto humano.

"Sayonara" ("Adeus", em japonês) relata a relação entre Leona, uma robô humanoide, e Tania, uma mulher que ficou gravemente doente depois de ter sido afetada pelas radiações resultantes de um acidente nuclear não especificado.

O filme é uma adaptação de uma obra de teatro do citado autor japonês e a "primeira película protagonizada por uma casal formado por um humano e um androide", segundo o Festival Internacional de Cinema de Tóquio (TIFF), onde decorreu a estreia no fim de semana passado.

O robô protagonista é capaz de falar e de reproduzir expressões humanas no seu rosto, mas não consegue andar, pelo que aparece no filme numa cadeira de rodas.

O seu corpo está construído com um esqueleto metálico articulado e coberto por borracha e silicone de aspeto selhante à pele e durante a rodagem foi operado por controlo remoto.

O androide é um modelo "Geminoid-F", desenvolvido por Ishiguro, que desde 2005 desenhou e construiu várias gerações de autómatas de aspeto humano e capazes de interagir com pessoas, incluindo um clone robótico de si próprio.

O trabalho de Ishiguro foi reconhecido este ano com o Prémio Nacional de Ciência e Tecnologia, do Ministério nipónico de Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia, e alguns dos seus autómatos estão em exibição no Museu da Ciência Emergente e a Inovação (Miraikan) de Tóquio.

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.