sicnot

Perfil

Cultura

Caetano Veloso não volta a atuar em Israel devido à "opressão" aos palestinianos

O cantautor Caetano Veloso afirmou que não voltará a atuar em Israel pela "opressão" deste país sobre os palestinianos, pelo que foi criticado pela comunidade judia no Brasil.

© Denis Balibouse / Reuters

Num artigo intitulado "Visitar Israel para não voltar mais a Israel", publicado hoje no jornal Folha de S. Paulo, o autor de "Leãozinho" passa em revista a viajem que efetuou, na companhia de Gilberto Gil, a Israel, em julho último, no âmbito de uma digressão artística.

Caetano Veloso afirma que visitou várias vezes Israel desde a década de 1980, que gosta das paisagens do país e que sente Telavive como "estar em casa".

Um lugar, afirma, de que tem saudade "quase como da Bahia".

"Mas que nunca voltarei lá", garante o músico.

Sobre a capital israelita, afirma que após ter chegado, vindo da Europa, "a sensação de 'estar em casa' foi mais forte e comovente do que nunca".

"Agora que se esboça uma terceira intifada, constato de longe que a paz que julgava existir em Telavive -- que começava sendo a paz que eu não quero -- era, como sem embargo soube, todo o tempo, frágil, superficial e ilusória", argumenta.

A Confederação Israelita do Brasil lamentou "profundamente" o testemunho do músico de 73 anos, e considerou que o cantautor toma partido e ignora as "incitações ao terrorismo" contra os judeus que são proferidas pelos palestinianos, noticia a Efe.

Lusa

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • "Tudo o que o Benfica está a fazer é uma forma de coação"
    1:59
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    As queixas do Benfica contra a Federação Portuguesa de Futebol e a Liga foram tema de debate no Play-Off da SIC Notícias. Rodolfo Reis, Manuel Fernandes e Rui Santos acreditam que a posição está relacionada com o clássico Benfica-Porto do próximo sábado. Já João Alves considera que estes comunicados podem prejudicar o Benfica.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41
  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.