sicnot

Perfil

Cultura

Armas usadas na PIDE e pistola como a de Hitler integram exposição no Porto

Uma pistola Luger do rei Manuel II, uma Liliput dourada igual à que possuía o ditador Adolf Hitler ou armas utilizadas pela PIDE e na II Guerra Mundial integram uma exposição inaugurada hoje na PSP do Porto.

ADAM WARZAWA

A exposição de armas antigas - séculos XIX e XX -- foi hoje de manhã inaugurada no Edifício Aljube, no Comando da PSP do Porto, tem cerca de 200 relíquias e a organização do espólio coube ao Departamento de Armas e Explosivos daquela polícia, explicou à Lusa o subcomissário Paulo Barros, acrescentando que a mostra fica patente até dia 18 de novembro.

Em entrevista à Lusa, o subcomissário Paulo Barros explicou que na exposição há armas usadas nas grandes guerras mundiais, armas como as utilizadas pelos 'gangsters' americanos do tempo da Lei Seca, mas também armas do tempo da Monarquia e que estavam atribuídas a membros da PIDE - Polícia Internacional e de Defesa do Estado, durante o período de ditadura em Portugal do Estado Novo.

Questionado pela Lusa sobre a proveniência de todas estas armas, o subcomissário Paulo Barros explicou que muitas delas fazem parte do depósito da PSP, a entidade com competência exclusiva de dar o destino às armas após as decisões judiciais.

Também há armas provenientes de decisões dos processos judiciais, de processos de contraordenação, entregas voluntárias de pessoas e de familiares de detentores que entretanto morreram.

Paulo Barros explica que a mostra tem uma preocupação de preservar "memória", "valor artístico" e "valor museológico" e daí a seleção passar, por exemplo, por uma pistola semiautomática Luger "adquirida pela Monarquia e apresentada à Coroa do rei D. Manuel II, em 1906", conforme consta da etiqueta anexa.

"Às vezes é a própria história daquela arma particular que encerra também uma história particular e portanto temos essa preocupação", concluiu.

A exposição, que é aberta ao público em geral e é gratuita, decorre em paralelo com 'workshops' sobre a segurança das armas e com um leilão de armas que reúne revólveres apreendidos pela PSP em operações policiais, mas também fruto de entregas voluntárias.

Lusa

  • Quando se confunde o pedal do travão com o acelerador
    0:38

    Mundo

    Na China, chegam imagens de um acidente fora do normal. Um homem parou o carro e saiu para cumprimentar um amigo. Enquanto conversavam, a viatura começou a descair lentamente. O condutor correu de imediato para o carro. Com as mãos já no volante, tentou evitar o pior mas em vez de carregar no travão, carregou no acelerador.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.