sicnot

Perfil

Cultura

Armas usadas na PIDE e pistola como a de Hitler integram exposição no Porto

Uma pistola Luger do rei Manuel II, uma Liliput dourada igual à que possuía o ditador Adolf Hitler ou armas utilizadas pela PIDE e na II Guerra Mundial integram uma exposição inaugurada hoje na PSP do Porto.

ADAM WARZAWA

A exposição de armas antigas - séculos XIX e XX -- foi hoje de manhã inaugurada no Edifício Aljube, no Comando da PSP do Porto, tem cerca de 200 relíquias e a organização do espólio coube ao Departamento de Armas e Explosivos daquela polícia, explicou à Lusa o subcomissário Paulo Barros, acrescentando que a mostra fica patente até dia 18 de novembro.

Em entrevista à Lusa, o subcomissário Paulo Barros explicou que na exposição há armas usadas nas grandes guerras mundiais, armas como as utilizadas pelos 'gangsters' americanos do tempo da Lei Seca, mas também armas do tempo da Monarquia e que estavam atribuídas a membros da PIDE - Polícia Internacional e de Defesa do Estado, durante o período de ditadura em Portugal do Estado Novo.

Questionado pela Lusa sobre a proveniência de todas estas armas, o subcomissário Paulo Barros explicou que muitas delas fazem parte do depósito da PSP, a entidade com competência exclusiva de dar o destino às armas após as decisões judiciais.

Também há armas provenientes de decisões dos processos judiciais, de processos de contraordenação, entregas voluntárias de pessoas e de familiares de detentores que entretanto morreram.

Paulo Barros explica que a mostra tem uma preocupação de preservar "memória", "valor artístico" e "valor museológico" e daí a seleção passar, por exemplo, por uma pistola semiautomática Luger "adquirida pela Monarquia e apresentada à Coroa do rei D. Manuel II, em 1906", conforme consta da etiqueta anexa.

"Às vezes é a própria história daquela arma particular que encerra também uma história particular e portanto temos essa preocupação", concluiu.

A exposição, que é aberta ao público em geral e é gratuita, decorre em paralelo com 'workshops' sobre a segurança das armas e com um leilão de armas que reúne revólveres apreendidos pela PSP em operações policiais, mas também fruto de entregas voluntárias.

Lusa

  • Sessão solene no Parlamento e desfile popular nas comemorações do 25 de Abril

    País

    Os 43 anos da Revolução dos Cravos são hoje comemorados com a sessão solene no Parlamento e o tradicional desfile popular, tendo o Presidente da República escolhido o 25 de Abril para condecorar, a título póstumo, Francisco Sá Carneiro. A SIC Notícias acompanha esta manhã a sessão solene na Assembleia da República. Veja aqui em direto.

  • Desconhecem-se as causas do incêndio na fábrica da Tratolixo
    0:43

    País

    Os moradores de Trajouce, em São Domingos de Rana, não ganharam para o susto com um incêndio nas instalações da empresa de resíduos Tratolixo.O alerta foi dado por populares e trabalhadores da empresa. O vento foi o maior problema dos bombeiros no combate às chamas durante a noite. No local estiveram 133 homens, apoiados por 51 viaturas.Desconhecem-se para já as causas do incêndio. O incêndio foi circunscrito de madrugada, mas pode demorar algumas horas a ser dominado.

  • ASAE encerra em média um restaurante por dia
    1:33
  • Duas execução no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.