sicnot

Perfil

Cultura

João Soares tutela comunicação social como ministro da Cultura

O ministro da Cultura, João Soares, vai ter a tutela da área da comunicação social, que abrange as empresas RTP (televisão e rádio públicas) e Agência Lusa, disse à agência Lusa o primeiro-ministro indigitado, António Costa.

A integração da comunicação social pública na esfera de um Ministério da Cultura é uma medida que já estava prevista no programa eleitoral do PS.

Para o PS, a comunicação social pública deverá ter um papel central na difusão da língua portuguesa.

A área financeira das empresas de comunicação social pública, no entanto, será monitorizada pelo secretário de Estado com a tutela do Tesouro, Ricardo Mourinho Félix, deputado eleito por Setúbal e considerado "braço direito" do ministro das Finanças, Mário Centeno.

Nos governos liderados por José Sócrates, a comunicação social pública esteve na direta dependência dos ministros dos Assuntos Parlamentares, primeiro Augusto Santos Silva entre 2005 e 2009, depois Jorge Lacão entre 2009 e 2011.

Com o Governo de coligação PSD/CDS, liderado por Pedro Passos Coelho, este setor passou para a dependência dos ministros adjuntos do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, tendo sido primeiro tutelado por Miguel Relvas e depois por Miguel Poiares Maduro.

Lusa

  • Novo Governo toma posse amanhã
    1:31

    Novo Governo

    O Presidente da República aceitou a lista de ministros do XXI Governo Constitucional proposta por António Costa. Cavaco Silva já agendou a tomada de posse do novo Executivo que ficou marcada para amanhã, às 16h00. A repórter da SIC Débora Henriques dá conta da nota divulgada ao início da tarde pela Presidência da República.

  • "Tenho noção da responsabilidade"
    1:07

    Novo Governo

    O Presidente da República confirmou os nomes apresentados ontem por António Costa para a formação do XXIº Governo Constitucional. A tomada de posse está marcada para amanhã às 16h00. À saída da sede do PS, pouco depois deste anúncio, o primeiro-ministro indigitado admitiu que os próximos tempos não vão ser fáceis.

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar diretamente a polémica em torno da lista das vítimas mortais de Pedrógão Grande, mas recorreu às cheias de 1967 para lembrar como as tragédias eram tratadas no tempo da ditadura. O Presidente da República defendeu que não é possível esconder a dimensão de uma tragédia num regime democrático. Há 50 anos, Marcelo Rebelo de Sousa acompanhou de perto a forma como o regime tentou esconder a verdadeira dimensão do incidente.

  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • "Comecei por ajudar uma família que me pediu um plástico para se proteger"
    4:51
  • Míssil lançado do Iémen intercetado perto de Meca

    Mundo

    Um míssil balístico lançado pelos rebeldes xiitas do Iémen foi intercetado, quinta-feira à noite, perto de Meca, na Arábia Saudita, a um mês da peregrinação muçulmana anual do hajj, anunciou a coligação árabe que intervém no Iémen.