sicnot

Perfil

Cultura

Primeiro festival literário de Viseu arranca hoje, com vinho à mistura

O primeiro festival literário de Viseu arranca hoje à tarde, combinando os prazeres da literatura com os dos vinhos do Dão, através da presença de 25 escritores e de quase 30 empresas vinícolas.

Organizado pela Câmara de Viseu, o festival literário "Tinto no branco" decorre até domingo e é o destaque do evento vínico e enoturístico "Vinhos de inverno", que se estreou em 2014.

Ao longo de três dias, realizam-se mais de 30 conversas, ateliês, "workshops" vínicos, visitas guiadas, espetáculos literários e musicais e "wine parties" fora de horas.

No Solar do Vinho do Dão, os visitantes terão à sua disposição espaços de prova de vinhos, compra e contacto com os produtores e enólogos da região, espaços de sabores e a mesa de um restaurante criado para o evento.

Na opinião do presidente da autarquia, Almeida Henriques, este festival "confirma Viseu como cidade vinhateira e destino cultural ao longo de todo o ano".

"Na cidade do Dão, os livros e as conversas combinam na perfeição com os néctares da região e os encantos do frio", frisou.

A primeira conversa do festival está marcada para hoje à noite, juntando na mesma mesa Francisco José Viegas, José Manuel Fajardo e Manuel Carvalho e tendo como mote as palavras do escritor Aquilino Ribeiro: "O pior dos crimes é produzir vinho mau, engarrafá-lo e servi-lo aos amigos".

Lusa

  • Lei existe há quatro anos mas não tem regulamentação
    2:03
  • Dijsselbloem mostra algum arrependimento mas recusa demitir-se
    2:40

    Mundo

    Jeroen Dijsselbloem diz que cabe ao Governo português avançar com o nome de Centeno para a presidência do Eurogrupo, mas escusa-se a comentar essa possibilidade. Para já, o holandês não se demite do cargo. Esta quinta-feira ouviu as críticas dos eurodeputados no Parlamento Europeu.

  • Há cada vez menos portugueses

    País

    A população em Portugal diminuiu no ano passado, pelo oitavo ano consecutivo, já que o número de mortes continua a ser superior ao de nascimentos, revelam dados hoje divulgados pelo INE.

  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Primeira dama chinesa defende avanços na igualdade

    Mundo

    A primeira dama chinesa, Peng Liyuan, defendeu os avanços da China em matéria de igualdade dos géneros. Uma rara entrevista, difundida numa altura em que feministas chinesas asseguram serem controladas pela polícia face às suas campanhas.