sicnot

Perfil

Cultura

Vocalista dos U2 escreve música sobre atentados em Paris

O vocalista da banda irlandesa U2, Bono, escreveu uma canção sobre os atentados de Paris, antecipando o regresso à capital francesa, possivelmente com a banda Eagles of Death Metal, que atuava aquando do ataque à sala de espetáculos Bataclan.

© Eduardo Munoz / Reuters

A banda rock irlandesa tinha cancelado, logo no início do mês, os espetáculos agendados para Paris por causa dos atentados terroristas de 13 de novembro que mataram 130 pessoas, mas rapidamente remarcaram, com dois concertos hoje e segunda-feira, no AccorHotels Arena.

Em entrevista ao canal de televisão americano CNN, Bono recitou parte da letra de uma nova música, com o título "Streets of Surrender" (Ruas de rendição, numa tradução literal para português), que aborda o tema da violência.

"Cada pessoa tem uma cidade de liberdade, para mim é Paris, eu amo-a" ou "Todas as vezes que me perco nestas velhas ruas, encontro-me novamente. Não vim cá para lutar contigo. Eu percorri estas ruas de amor e orgulho para me render", são parte da letra da música.

A música fala também da crise dos refugiados, com parte da letra a lembrar Aylan Kurdi, a criança síria que morreu afogada e cujo corpo deu à costa na Turquia: "Toda a gente chora por algum miúdo que encontraram deitado numa praia, nascido numa manjedoura".

Segundo Bono, esta música começou por ser escrita para o músico italiano, e amigo de longa data, Zucchero.

Na mesma entrevista, o guitarrista The Edge sublinhou que os U2 entendem a música em geral como o som da liberdade.

"Nós achamos que o 'rock and roll' tem um papel a desempenhar, por isso, voltar a Paris, para nós, não é apenas simbólico. Achamos que estamos realmente a começar um processo de resistência, de rebeldia contra esse movimento", apontou, referindo-se ao grupo terrorista que se denomina Estado Islâmico e que foi o autor dos atentados.

No dia 13 de novembro, o pior dos ataques aconteceu na sala de espetáculos Bataclan, onde 90 pessoas foram mortas durante um concerto do grupo Eagles os Death Metal.

Alguns rumores têm dado conta de que a banda irá atuar com os U2 no palco em Paris, mas nenhuma das partes confirmou até agora essa informação.

Lusa

  • Paulo Fonseca e Paulo Sousa fora da Liga Europa

    Liga Europa

    A segunda mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa ficou marcada pelas eliminações de duas equipas treinadas por portugueses: a Fiorentina de Paulo Sousa e o Shakhtar Donetsk de Paulo Fonseca. Paulo Bento, no Olympiacos, e José Mourinho, no Manchester United, são os únicos técnicos lusos ainda em competição. Noutros jogos, destaque para os afastamentos do Tottenham e do Zenit. Veja aqui os resumos de todos os encontros desta noite europeia. O sorteio dos oitavos-de-final está agendado para esta sexta-feira, às 12h00, hora de Lisboa.

  • "Não preciso de ajustar contas com ninguém"
    0:49

    País

    O ex-Presidente da República insiste que José Sócrates foi desleal durante as negociações do Orçamento do Estado para 2011. Numa entrevista dada à RTP1, Cavaco Silva esclareceu ainda que não escreveu o livro de memórias para ajustar contas com o ex-primeiro-ministro.

  • Sócrates em processo judicial surpreende Cavaco
    0:18

    País

    Cavaco Silva afirmou ter ficado surpreendido com o envolvimento de José Sócrates num processo judicial. Em entrevista à RTP1 o ex-Presidente da República diz que nunca se apercebeu de qualquer "atuação legalmente menos correta" da parte de Sócrates.

  • PSD questiona funcionamento da Assembleia da República
    2:39

    Caso CGD

    O PSD e o CDS vão entregar esta sexta-feira no Parlamento o pedido para criar uma nova Comissão de Inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos. Os dois partidos reuniram-se esta quarta-feira para fechar o texto do requerimento. Durante o dia, o PSD considerou que o normal funcionamento da Assembleia da República está em causa, o que levou Ferro Rodrigues a defender-se e a garantir que está a ser imparcial.

  • Marcelo rejeita discussões menores na banca
    0:32

    Economia

    O Presidente da República avisa que não se devem introduzir querelas táticas e menores no sistema financeiro. Num encontro que reuniu publicamente Marcelo e Centeno, o Presidente diz que é preciso defender o interesse nacional.

  • Três dos planetas encontrados podem conter água e vida
    3:28
  • Túnel descoberto em cadeia brasileira tinha ligação a uma habitação
    0:44

    Mundo

    A polícia brasileira descobriu um túnel que ligava a cadeia de Porto Alegre a uma casa e serviria para libertar prisioneiros do estabelecimento. As autoridades detiveram sete homens e uma mulher no local. A construção permitiria uma fuga massiva que poderia chegar aos 200 mil fugitivos e estima-se que terá custado mais de 300 mil euros. A polícia do Rio Grande do Sul acredita, assim, ter impedido aquela que seria a maior fuga de prisioneiros de sempre no Estado brasileiro.

  • Secretário da Segurança Interna dos EUA desmente Donald Trump

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou esta quinta-feira que os esforços do seu Governo para expulsar alguns imigrantes ilegais dos Estados Unidos "são uma operação militar", afirmação contrariada pelo seu secretário da Segurança Nacional no México.