sicnot

Perfil

Cultura

"Carol" lidera corrida aos Globos de Ouro com cinco nomeações

O filme "Carol", de Todd Haynes, lidera as nomeações para os Globos de Ouro, os prémios de cinema e televisão atribuídos pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, nos Estados Unidos.

O realizador Todd Haynes ladeado pelas atrizes Rooney Mara e Cate Bçanchet no Festival de Cannes.

O realizador Todd Haynes ladeado pelas atrizes Rooney Mara e Cate Bçanchet no Festival de Cannes.

© Regis Duvignau / Reuters

"Carol" tem no elenco as atrizes Cate Blanchet e Rooney Mara, ambas nomeadas na categoria de melhor atriz de drama.

Com quatro nomeações cada estão os filmes "The Revenant: o Renascido", com Leonardo DiCaprio; "Steve Jobs", protagonizado por Michael Fassbender e "A queda de Wall Street". Neste último, Christian Bale e Steve Carell estão indicados na categoria de melhor ator num musical ou comédia.

Entre as séries mais nomeadas estão "American Crime", "Fargo" ou "Outlander".

A cerimónia dos Globos de Ouro realiza-se dia 10 de janeiro, nos Estados Unidos.

  • Rui Vitória não espera facilidades frente ao Tondela
    1:34

    Desporto

    O líder do campeonato, o Benfica, recebe este domingo o último classificado, o Tondela. Na conferência de antevisão do encontro, Rui Vitória afirmou que não espera facilidades. O treinador do Benfica falou ainda de Sebastian Coates.

  • O primeiro dia de Donald Trump na Casa Branca
    3:05
  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.