sicnot

Perfil

Cultura

Mostra de Cinema da América Latina em Lisboa

"El abrazo de la serpiente", do colombiano Ciro Guerra, eleito o melhor filme de 2015 na Colômbia, abrirá hoje a Mostra de Cinema da América Latina, no cinema São Jorge, em Lisboa.

Rebecca Blackwell

O filme, sobre um encontro entre um xamã, último sobrevivente de uma tribo perdida na selva, e dois cientistas que procuram uma planta sagrada, foi premiado em Cannes, em Veneza, em Buenos Aires, acaba de conquistar o prémio de melhor longa-metragem da Colômbia e é candidato a uma nomeação para os Óscares.

A propósito da exibição de "El abrazo de la serpiente", a Mostra de Cinema da América Latina propõe um debate sobre o cinema latino-americano, na quinta-feira, na Cinemateca, com a presença de vários convidados, entre os quais o ator Jan Bijvoet, protagonista do filme colombiano.

A sexta edição desta mostra, organizada pela Casa da América Latina, contará com nove filmes, a exibir até domingo. Pela primeira vez, o ciclo de cinema terá uma edição também em Loulé, nos dias 28 a 31 de janeiro.

O programa inclui ainda dois outros filmes que são candidatos a uma nomeação para os Óscares: "A que horas ela volta?" (Brasil), da realizadora Anna Muylaert, e "El clan" (Argentina), de Pablo Trapero.

O primeiro é sobre a vida de uma mulher, doméstica em casa de uma família abastada, que acaba por ser responsável pela educação do filho do casal para quem trabalha. O segundo inspira-ne na história do clã Puccio, que ficou conhecido nos anos 1980, por se dedicar ao sequestro e assassinato de pessoas.

"Francisco de Buenos Aires", documentário de Miguel Arias sobre o papa Francisco, e a ficção "Campo Grande", da realizadora brasileira Sandra Kogut, são outros dois filmes selecionados.

Lusa

  • Segurança da Academia de Alcochete avisado 10 minutos antes do ataque
    1:57
  • "Não acho que seja prudente" o regresso dos atletas à Academia do Sporting
    5:49

    Crise no Sporting

    As agressões aos jogadores e equipa técnica do Sporting, na Academia de Alcochete, foram o tema de uma entrevista a Ana Bispo Ramires, psicologa do desporto. Questionada sobre se os jogadores deveriam regressar ou não à academia, Ana Bispo Ramires diz que não devem fazê-lo e explica que é importante que haja medidas de atuação, o mais rápido possível, para que os atletas e restante equipa técnica do clube possam reprocessar, do ponto de vista cognitivo, as ameaças que sofreram. 

  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC