sicnot

Perfil

Cultura

Pasta vermelha de Margaret Thatcher leiloada por 334.000 euros

A pasta de couro vermelha que pertenceu a Margaret Thatcher durante o período em que foi primeira-ministra britânica (1979-1990) foi hoje leiloada em Londres por 242.500 libras (334.557 euros).

Frank Augstein

A licitação ultrapassou as expectativas da leiloeira Christie's, que tinha estimado o seu preço entre as 3.000 e as 5.000 libras (entre 4.170 e 6.950 euros), o que provocou uma onda de aplausos na sala após o golpe do martelo.

Trata-se de uma peça histórica, decorada com o brasão real de Isabel II e as palavras "Prime Minister" e o número 1 inscritos em inglês.

Além dos compradores de Londres, a pasta de Thatcher atraiu licitadores de outros países, como a Coreia do Sul e Malta, indicou a Christie's.

Outro dos pertences relevantes da Dama de Ferro hoje arrematados foi um texto datilografado do discurso que Thatcher proferiu na Câmara dos Comuns ao tornar-se chefe do Governo britânico, a 04 de maio de 1979.

O texto, que contém as famosas palavras "Onde houver discórdia, levemos a harmonia", foi vendido por 37.500 libras (51.735 euros).

Também o vestido de noiva de Margaret Thatcher foi arrematado por 25.000 libras (34.490 euros), dois dias depois do que teria sido o seu 64.º aniversário de casamento: a baronesa usou o vestido azul de veludo e as luvas a condizer na cerimónia de casamento com Dennis Thatcher, a 13 de dezembro de 1951, na capela Wesley de Londres.

Este leilão realizou-se quando se completam 25 anos desde que a Dama de Ferro deixou o cargo, após 11 anos de governação que a tornaram a chefe do Governo britânico que mais tempo esteve em funções e a única mulher a ocupar o cargo.

A Christie's pôs à venda 419 objetos históricos e pessoais que pertenceram a Margaret Thatcher, dos quais 186 foram hoje arrematados na sessão.

Os restantes 233 objetos encontram-se disponíveis para venda na internet desde o passado dia 03 de dezembro, e podem ser alvo de licitação desde hoje de manhã.

Lusa

  • PSD questiona funcionamento da Assembleia da República
    2:39

    Caso CGD

    O PSD e o CDS vão entregar esta sexta-feira no Parlamento o pedido para criar uma nova Comissão de Inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos. Os dois partidos reuniram-se esta quarta-feira para fechar o texto do requerimento. Durante o dia, o PSD considerou que o normal funcionamento da Assembleia da República está em causa, o que levou Ferro Rodrigues a defender-se e a garantir que está a ser imparcial.

  • Marcelo rejeita discussões menores na banca
    0:32

    Economia

    O Presidente da República avisa que não se devem introduzir querelas táticas e menores no sistema financeiro. Num encontro que reuniu publicamente Marcelo e Centeno, o Presidente diz que é preciso defender o interesse nacional.

  • Casos de cancro nos pulmões diminuem
    3:08

    País

    O mapa do cancro em Portugal está a mudar, pela primeira vez os casos de cancro do cólon ultrapassaram os do pulmão. A proibição de fumar em locais públicos tem levado à diminuição dos casos de tumores pulmonares.

  • Túnel descoberto em cadeia brasileira tinha ligação a uma habitação
    0:44

    Mundo

    A polícia brasileira descobriu um túnel que ligava a cadeia de Porto Alegre a uma casa e serviria para libertar prisioneiros do estabelecimento. As autoridades detiveram sete homens e uma mulher no local. A construção permitiria uma fuga massiva que poderia chegar aos 200 mil fugitivos e estima-se que terá custado mais de 300 mil euros. A polícia do Rio Grande do Sul acredita, assim, ter impedido aquela que seria a maior fuga de prisioneiros de sempre no Estado brasileiro.

  • Três dos planetas encontrados podem conter água e vida
    3:28