sicnot

Perfil

Cultura

Pasta vermelha de Margaret Thatcher leiloada por 334.000 euros

A pasta de couro vermelha que pertenceu a Margaret Thatcher durante o período em que foi primeira-ministra britânica (1979-1990) foi hoje leiloada em Londres por 242.500 libras (334.557 euros).

Frank Augstein

A licitação ultrapassou as expectativas da leiloeira Christie's, que tinha estimado o seu preço entre as 3.000 e as 5.000 libras (entre 4.170 e 6.950 euros), o que provocou uma onda de aplausos na sala após o golpe do martelo.

Trata-se de uma peça histórica, decorada com o brasão real de Isabel II e as palavras "Prime Minister" e o número 1 inscritos em inglês.

Além dos compradores de Londres, a pasta de Thatcher atraiu licitadores de outros países, como a Coreia do Sul e Malta, indicou a Christie's.

Outro dos pertences relevantes da Dama de Ferro hoje arrematados foi um texto datilografado do discurso que Thatcher proferiu na Câmara dos Comuns ao tornar-se chefe do Governo britânico, a 04 de maio de 1979.

O texto, que contém as famosas palavras "Onde houver discórdia, levemos a harmonia", foi vendido por 37.500 libras (51.735 euros).

Também o vestido de noiva de Margaret Thatcher foi arrematado por 25.000 libras (34.490 euros), dois dias depois do que teria sido o seu 64.º aniversário de casamento: a baronesa usou o vestido azul de veludo e as luvas a condizer na cerimónia de casamento com Dennis Thatcher, a 13 de dezembro de 1951, na capela Wesley de Londres.

Este leilão realizou-se quando se completam 25 anos desde que a Dama de Ferro deixou o cargo, após 11 anos de governação que a tornaram a chefe do Governo britânico que mais tempo esteve em funções e a única mulher a ocupar o cargo.

A Christie's pôs à venda 419 objetos históricos e pessoais que pertenceram a Margaret Thatcher, dos quais 186 foram hoje arrematados na sessão.

Os restantes 233 objetos encontram-se disponíveis para venda na internet desde o passado dia 03 de dezembro, e podem ser alvo de licitação desde hoje de manhã.

Lusa

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14

    Crise Migratória na Europa

    Mais de 160 pessoas foram resgatadas de uma embarcação de borracha que estava à deriva junto à zona costeira da Líbia. As imagens do resgate são de aflição, lágrimas e gritos. "Estou grávida! Estou a morrer!", disse uma das mulheres que conseguiu salvar-se. Foram ainda encontrados 13 cadáveres no fundo do barco, entre eles mães e mulheres grávidas. As imagens podem chocar as pessoas mais sensíveis.

  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.