sicnot

Perfil

Cultura

Exposição "Caçadora Furtiva" de Paula Rego é inaugurada hoje na Casa das Histórias

Uma nova exposição de Paula Rego, com uma centena de obras, intitulada "Caçadora Furtiva", inspirada no contacto da pintora com a National Gallery, em Londres, é hoje inaugurada, às 18:30, na Casa das Histórias, em Cascais.

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters


A nova exposição parte de uma série de trabalhos resultantes do encontro íntimo da pintora, ao longo de ano e meio, com as coleções da National Gallery, nos anos 1990.

Fundada em 1824, a National Gallery está entre os mais importantes museus da Europa e é um dos mais visitados em todo o mundo, acolhendo uma coleção com mais de 2.000 pinturas criadas desde o século XIII até o início do século XX, incluindo obras-primas de artistas como Leonardo da Vinci, Botticelli, Caravaggio e Rembrandt.

Paula Rego, de 80 anos, reside em Londres, onde continua a pintar diariamente no seu ateliê, segundo o filho, Nick Willing, que esteve presente num congresso em homenagem à pintora, realizado no início de dezembro, na Universidade Nova de Lisboa, com especialistas que estudam a obra da artista.

A exposição "Caçadora Furtiva" tem curadoria de Catarina Alfaro e, segundo a Casa das Histórias, vai ser inaugurada na quinta-feira, às 18:00 no âmbito da programação do Bairro dos Museus.

Antes da inauguração, vai ser atribuído ao auditório da Casa das Histórias Paula Rego o nome de Maria de Jesus Barroso, numa cerimónia que conta com a presença de Mário Soares e dos filhos, Isabel e João Soares, ministro da Cultura.

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52