sicnot

Perfil

Cultura

Ator Nicolas Cage devolve crânio de dinossauro roubado que adquiriu em leilão

O ator norte-americano Nicolas Cage entregou às autoridades um crânio de dinossauro com 67 milhões de anos, que tinha comprado nos EUA por 276.000 dólares, para que seja devolvido à Mongólia, segundo a revista Rolling Stone.

© Leonhard Foeger / Reuters


O fóssil tinha sido roubado e Nicolas Cage adquiriu-o em Beverly Hills (Califórnia), em 2007, num leilão em que também participou o ator Leonardo DiCaprio.

No último fim de semana, a Autoridade da Imigração e Alfândegas dos Estados Unidos exigiu a sua entrega para que seja concretizada a devolução à Mongólia.

Trata-se de um crânio de Tyrannosaurus bataar, também conhecido por Tarbosaurus, um grande réptil que habitou nas estepes asiáticas no Cretáceo Superior, há entre 100 e 65 milhões de anos.

O Tyrannosaurus bataar é o "primo" asiático do norte-americano tiranossauro Rex.

O ator Nicolas Cage não é acusado de qualquer delito, já que não sabia que o fóssil tinha entrado nos Estados Unidos através de contrabando.

O responsável pela entrada do fóssil de Tarbosaurus em solo norte-americano foi o paleontólogo Erik Prokopi, condenado a três meses de prisão em dezembro de 2012, ao declarar-se culpado de ter roubado fósseis do deserto de Gobi na Mongólia e de os ter vendido.

Desde então, Prokopi colaborou com as autoridades para recuperar cerca de duas dezenas de fósseis roubados.

  • Alemães protestam contra a Extrema-Direita
    0:39
  • Incêndio urbano em Coimbra deixa cinco pessoas desalojadas

    País

    Um incêndio numa habitação na cidade de Coimbra deixou este domingo cinco pessoas desalojadas, disse à agência Lusa fonte dos Bombeiros Sapadores. Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Coimbra adiantou que o fogo destruiu uma parte substancial de um edifício de três andares em frente à sede da Associação Académica de Coimbra, na rua Padre António Vieira.