sicnot

Perfil

Cultura

Ministro da Cultura disponibiliza apoio para recuperação do Museu da Língua Portuguesa

O ministro da Cultura, João Soares, lamentou hoje o incêndio no Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, e a vítima mortal, e adiantou que o Governo português está "absolutamente disponível" para ajudar na recuperação.

Em declarações à agência Lusa, João Soares disse tratar-se de "um acontecimento trágico, absolutamente lamentável", naquele que "era seguramente o mais importante Museu de Língua Portuguesa no mundo, com uma dinâmica assinalável".

"O que importa agora é, para além de lamentar a vítima, deitar mãos à obra para reconstruir de forma dinâmica e renovada o Museu da Língua Portuguesa, e o Ministério da Cultura de Portugal está absolutamente disponível", adiantou.

João Soares salientou que já entrou em contacto com a secretaria de Estado da Cultura do Brasil para apoiar na renovação do museu, que visitou há anos.

"Já o fizemos saber aos nossos irmãos brasileiros [à secretaria da Cultura de São Paulo] para apoiar, na medida em que for possível, esse trabalho de reconstrução e renovação do museu, que pertence a todos aqueles que têm, como dizia o poeta, a língua portuguesa como sua pátria", disse.

O ministro da Cultura disse ainda que vai ainda hoje receber o cônsul de Portugal em São Paulo, que está em Lisboa, para analisar a situação.

"Nós temos experiência neste tipo de acidentes. Tenho pessoalmente experiência aquando do incêndio há uns anos nos Paços do Concelho em Lisboa e meti logo mãos à obra", disse.

João Soares considerou também que por ser "particularmente moderno", poderá ser "menos difícil a renovação".

"Digamos que talvez seja menos difícil pô-lo em funcionamento do que por exemplo o equivalente a um Museu de Arte Antiga", disse.

O incêndio, ocorrido na segunda-feira, destruiu quase totalmente as instalações do Museu, mas o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, já garantiu que vai ser reconstruído.

Alckmin visitou o museu, ao final da tarde, para avaliar os danos causados e confirmou que o acervo é digital e foi preservado porque a instituição tem cópias das obras.

Ronaldo Pereira da Cruz, um dos bombeiros que trabalhava no local e tentou controlar as chamas, morreu na sequência uma paragem cardiorrespiratória, após ter sido internado num hospital da cidade.

Em Portugal, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, declarou à Agência Lusa que recebeu "com consternação" a notícia do incêndio, exprimiu "solidariedade" com os envolvidos e lamentou a morte verificada.

Desde que abriu ao público, o Museu da Língua Portuguesa já recebeu mais de três milhões de visitantes.

Lusa

  • SIC faz-se à estrada para ouvir eleitores
    2:13
  • Furacão Maria ameaça Ilhas Virgens e Porto Rico

    Mundo

    O furacão Maria "potencialmente catastrófico" está a ameaçar as Ilhas Virgens e o Porto Rico, depois de esta terça-feira ter semeado a destruição na Dominica e provocado um morto e dois desaparecidos na ilha francesa de Guadalupe.

  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.

  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC