sicnot

Perfil

Cultura

Violinista recupera "Stradivarius" esquecido em comboio alemão

A polícia alemã anunciou hoje que uma jovem violinista, que na terça-feira deixou um "Stradivarius" avaliado em cerca de 2,4 milhões de euros num comboio regional, já recuperou o instrumento.

© Toby Melville / Reuters

Em comunicado, a polícia federal indicou ter sido alertada pela instrumentista, que se apercebeu da falta do violino depois de sair do comboio que fazia a ligação entre Mannheim e Sarrebruck (sudoeste).

O violino em causa foi fabricado em 1727 na oficina de Antonio Stradivarius, em Cremona, na região italiana da Lombardia. Atualmente, existem ainda cerca de 550 instrumentos num total de 1.100 fabricados por Stradivarius.

Um destes violinos, o "Lady Blunt" de 1721, foi vendido em Londres por 11 milhões de euros em 2011, num leilão a favor das vítimas do 'tsunami' no Japão.

Até hoje, duas dezenas destes violinos foram roubados e não recuperados.

Lusa

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Venda do Novo Banco terá que ser negociada em Bruxelas
    0:43

    Economia

    A venda do Novo Banco vai ter que ser negociada com Bruxelas, uma vez que o Lone Star planeia agora ficar com 65% da instituição, obrigando o Estado a manter uma posição no banco. O ministro das Finanças lembra que esta também era uma possibilidade mas salienta que o assunto está nas mãos do Banco de Portugal.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Primeiro-ministro sueco "surpreendido" com as declarações de Trump
    0:53

    Mundo

    O primeiro-ministro sueco ficou surpreendido com as declarações de Donald Trump, que, no fim de semana, se referiu a um suposto ataque terrorista no país escandinavo, relacionado com a imigração. Stefan Löfven fala na responsabilidade de usar os factos correctamente e diz que é preciso verificar a informação que é divulgada.

  • Angelina emociona-se ao falar da separação de Brad Pitt
    1:25
  • Modelo obrigada a prometer que não volta a arriscar a vida numa sessão fotográfica
    1:46