sicnot

Perfil

Cultura

Família de David Bowie vai fazer cerimónia privada em memória do cantor

A família de David Bowie anunciou hoje que vai celebrar uma cerimónia privada em memória do músico, falecido na segunda-feira, aos 69 anos, revelando que foi cremado em Nova Iorque, noticiam os media britânicos.

© Dylan Martinez / Reuters

"A família de David Bowie está neste momento a fazer diligências para realizar uma cerimónia privada em memória do seu querido esposo, pai e amigo", indica um comunicado divulgado através da página no Facebook do artista.

Os familiares do cantor e compositor de "Starman" e "Ziggy Stardust" mostraram-se "impressionados" com a reação do público após a morte do cantor, que guardou em segredo o cancro do artista durante cerca de ano e meio.

"Estamos agradecidos pelo amor e apoio mostrado em todo o mundo", acrescenta a nota, sublinhando que "todos os concertos e tributos planeados para as próximas semanas "são bem-vindos", mas ressalva que "nenhum deles é um memorial oficial organizado e apoiado pela família".

Pedem ainda que a privacidade de Bowie da família "deve ser respeitada nestes momentos sensíveis".

De acordo com os media britânicos, o músico teve uma "cremação direta", termo usado pelo Departamento de Saúde do Estado de Nova Iorque, nos Estados Unidos, onde não decorreu qualquer tipo de cerimónia.

O músico, que vivia há 22 anos em Nova Iorque, tinha pedido aos familiares que não se realizasse um funeral.

Um dia após a morte, a discografia do cantor entrou nos top de vendas online da Apple iTunes e da Amazon, destronando o novo trabalho da cantora Adele.

Lusa

  • Manifestação contra resultados do partido alemão de Extrema-Direita
    0:39