sicnot

Perfil

Cultura

Morreu o escritor francês Michel Tournier

O escritor Michel Tournier, um dos grandes nomes da literatura francesa da segunda metade do século XX, morreu hoje, aos 91 anos, na sua casa, a cerca de 50 quilómetros de Paris.

"Ele morreu às 19 horas [18:00 de Lisboa] rodeado pela família", informou um afilhado do escritor, Laurent Feliculis, que Michel Tournier considerava como um filho adotivo.

O falecimento foi confirmado pela câmara municipal de Choisel, a comuna de cerca de 550 habitantes em cuja casa paroquial o escritor vivia há mais de 50 anos.

Nascido a 19 de dezembro de 1924, Michel Tournier estudou em Saint-Germain-en-Laye e diplomou-se em Filosofia pela Sorbonne, tendo escrito romances, contos e ensaios, e conquistado o Prémio Goncourt em 1970 com "O Rei dos Álamos".

Em Portugal, tem publicadas obras como: "Gilles & Jeanne", "Os Meteoros", "A Gota de Ouro", "Gaspar, Belchior & Baltasar", "O Galo do Mato", "O Rei dos Álamos", "Uma Ceia de Amor", "Sexta-Feira ou os Limbos do Pacífico" e "Sexta-feira ou a Vida Selvagem" (uma adaptação do volume anterior).

A 31 de dezembro de 2015 tornou-se Comendador da Legião de Honra de França.

Lusa

  • Captura ilegal de cavalos-marinhos na Ria Formosa
    3:02

    País

    Há cada vez menos cavalos marinhos na Ria Formosa. Cientistas da Universidade do Algarve dizem que a maior população desta espécie no mundo, que é a que existe na Ria Formosa, está ameaçada devido à captura ilegal para o mercado asiático. Dizem que, se nada for feito para travar este fenómeno, esta espécie protegida pode desaparecer em poucos anos.