sicnot

Perfil

Cultura

Morreu o escritor francês Michel Tournier

O escritor Michel Tournier, um dos grandes nomes da literatura francesa da segunda metade do século XX, morreu hoje, aos 91 anos, na sua casa, a cerca de 50 quilómetros de Paris.

"Ele morreu às 19 horas [18:00 de Lisboa] rodeado pela família", informou um afilhado do escritor, Laurent Feliculis, que Michel Tournier considerava como um filho adotivo.

O falecimento foi confirmado pela câmara municipal de Choisel, a comuna de cerca de 550 habitantes em cuja casa paroquial o escritor vivia há mais de 50 anos.

Nascido a 19 de dezembro de 1924, Michel Tournier estudou em Saint-Germain-en-Laye e diplomou-se em Filosofia pela Sorbonne, tendo escrito romances, contos e ensaios, e conquistado o Prémio Goncourt em 1970 com "O Rei dos Álamos".

Em Portugal, tem publicadas obras como: "Gilles & Jeanne", "Os Meteoros", "A Gota de Ouro", "Gaspar, Belchior & Baltasar", "O Galo do Mato", "O Rei dos Álamos", "Uma Ceia de Amor", "Sexta-Feira ou os Limbos do Pacífico" e "Sexta-feira ou a Vida Selvagem" (uma adaptação do volume anterior).

A 31 de dezembro de 2015 tornou-se Comendador da Legião de Honra de França.

Lusa

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Repórteres fazem relato impressionante dos acontecimentos em Charlottesville
    3:40