sicnot

Perfil

Cultura

Bilhetes para concerto dos Eagles of Death Metal em Paris esgotam em 30 minutos

Os bilhetes para o novo concerto em Paris dos Eagles of Death Metal, a banda que atuava no Bataclan quando o recinto foi atacado por terroristas em novembro passado, esgotaram em 30 minutos após a sua colocação em venda.

O grupo rock norte-americano liderado por Jesse Hughes (na imagem) vai tocar na emblemática sala de espetáculos parisiense Olympia no próximo dia 16 de fevereiro. (Arquivo)

O grupo rock norte-americano liderado por Jesse Hughes (na imagem) vai tocar na emblemática sala de espetáculos parisiense Olympia no próximo dia 16 de fevereiro. (Arquivo)

Barry Brecheisen / AP

O grupo rock norte-americano liderado por Jesse Hughes vai tocar na emblemática sala de espetáculos parisiense Olympia no próximo dia 16 de fevereiro.

Os bilhetes, com preços a variar entre os 33 e os 44 euros, foram colocados à venda hoje de manhã e esgotaram meia hora depois.

A banda, que regressou a Paris a 7 de dezembro como convidada num concerto do grupo irlandês U2, afirmou que todos os sobreviventes do ataque ao Bataclan estavam convidados para o concerto no Olympia.

Num tributo às vítimas do ataque, a banda californiana tocou, em conjunto com os U2, o tema de Patti Smith "People have the power" ("As pessoas têm o poder"). Na mesma altura, depositaram uma coroa de flores em frente à sala de espetáculos Bataclan.

No dia 13 de novembro de 2015, o grupo atuava no Bataclan, perante cerca de 1.500 espetadores, quando três terroristas entraram na sala de espetáculos e abriram fogo indiscriminadamente, matando 90 pessoas, entre as quais o agente comercial da banda, Nick Alexander, e três membros da produtora.

A sala de espetáculos foi um dos alvos dos ataques terroristas de 13 de novembro em Paris, que também atingiram restaurantes, bares e as imediações do Estádio de França. No total, morreram 130 pessoas e mais de 300 ficaram feridas.

Nas entrevistas que deram semanas depois dos atentados, os Eagles of Death Metal manifestaram vontade de serem os primeiros a atuar no Bataclan, após a sua reabertura. Os proprietários da sala admitiram entretanto que a reabertura só poderá ser viável no final do próximo ano.

Após os atentados, o grupo norte-americano cancelou a digressão europeia, que incluía uma passagem por Lisboa, a 10 de dezembro de 2015.

Em dezembro, os Eagles of Death Metal anunciaram que iam retomar em fevereiro a digressão europeia, tendo agendado uma nova data para Portugal: 05 de março no Coliseu de Lisboa.

Lusa

  • Incêndios em Portugal - um mês depois
    9:10

    Reportagem Especial

    Regressar a casa para refazer a vida é tudo o que querem as famílias a quem o fogo levou quase tudo, há cerca de um mês. Contudo, esse regresso não tem sido fácil. Depois dos incêndios, famílias e empresas ainda têm de vencer as burocracias. A Reportagem Especial deste sábado regressa a Seia, onde arderam mais de 70 casas de primeira habitação e onde a vida de muitos parece ter entrado num impasse.

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.