sicnot

Perfil

Cultura

Bilhetes para concerto dos Eagles of Death Metal em Paris esgotam em 30 minutos

Os bilhetes para o novo concerto em Paris dos Eagles of Death Metal, a banda que atuava no Bataclan quando o recinto foi atacado por terroristas em novembro passado, esgotaram em 30 minutos após a sua colocação em venda.

O grupo rock norte-americano liderado por Jesse Hughes (na imagem) vai tocar na emblemática sala de espetáculos parisiense Olympia no próximo dia 16 de fevereiro. (Arquivo)

O grupo rock norte-americano liderado por Jesse Hughes (na imagem) vai tocar na emblemática sala de espetáculos parisiense Olympia no próximo dia 16 de fevereiro. (Arquivo)

Barry Brecheisen / AP

O grupo rock norte-americano liderado por Jesse Hughes vai tocar na emblemática sala de espetáculos parisiense Olympia no próximo dia 16 de fevereiro.

Os bilhetes, com preços a variar entre os 33 e os 44 euros, foram colocados à venda hoje de manhã e esgotaram meia hora depois.

A banda, que regressou a Paris a 7 de dezembro como convidada num concerto do grupo irlandês U2, afirmou que todos os sobreviventes do ataque ao Bataclan estavam convidados para o concerto no Olympia.

Num tributo às vítimas do ataque, a banda californiana tocou, em conjunto com os U2, o tema de Patti Smith "People have the power" ("As pessoas têm o poder"). Na mesma altura, depositaram uma coroa de flores em frente à sala de espetáculos Bataclan.

No dia 13 de novembro de 2015, o grupo atuava no Bataclan, perante cerca de 1.500 espetadores, quando três terroristas entraram na sala de espetáculos e abriram fogo indiscriminadamente, matando 90 pessoas, entre as quais o agente comercial da banda, Nick Alexander, e três membros da produtora.

A sala de espetáculos foi um dos alvos dos ataques terroristas de 13 de novembro em Paris, que também atingiram restaurantes, bares e as imediações do Estádio de França. No total, morreram 130 pessoas e mais de 300 ficaram feridas.

Nas entrevistas que deram semanas depois dos atentados, os Eagles of Death Metal manifestaram vontade de serem os primeiros a atuar no Bataclan, após a sua reabertura. Os proprietários da sala admitiram entretanto que a reabertura só poderá ser viável no final do próximo ano.

Após os atentados, o grupo norte-americano cancelou a digressão europeia, que incluía uma passagem por Lisboa, a 10 de dezembro de 2015.

Em dezembro, os Eagles of Death Metal anunciaram que iam retomar em fevereiro a digressão europeia, tendo agendado uma nova data para Portugal: 05 de março no Coliseu de Lisboa.

Lusa

  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • "O FC Porto não merece ser campeão"
    2:23
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    O empate do FC Porto com o Feirense foi o principal assunto do Play-Off da SIC Notícias, este domingo. Rodolfo Reis mostrou-se insatisfeito com a atitude dos jogadores do FC Porto.

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.

  • Défice recua em 2016 na zona euro e na UE

    Economia

    O défice e a dívida baixaram na zona euro e na União Europeia (UE) em 2016 face a 2015, tendo Portugal registado a terceira maior dívida (130,4%) entre os Estados-membros e um défice de 2%, segundo o Eurostat.