sicnot

Perfil

Cultura

Caparica Primavera Surf Fest vai juntar música aos desportos de mar

A Costa de Caparica, em Almada, vai receber, em março, ao longo de dez dias, o Caparica Primavera Surf Fest, um evento que foi hoje apresentado e que vai juntar a música e vários desportos de mar.

Francisco Seco

"Vão ser dez dias de festival, entre os dias 17 e 26 de março. Vamos juntar o desporto e a música. As pessoas, depois de um dia em que podem assistir a diversas competições ou até experimentar [as diferentes modalidades], vão ter festas de 'sunset' e depois os concertos na tenda grande do evento", disse à Lusa António Miguel Guimarães, da organização do evento.

Pelo palco vão passar nomes como Márcia, Capicua, Black Mamba, Boss AC, Orelha Negra ou Carlão, com os preços a variarem entre os 30 euros, para todo o festival, e os dez euros, para cada dia.

"Acredito que vai correr bem. Temos uma lotação limitada a 2500 ou 3000 pessoas, na tenda grande, mas o paredão pode acolher muitas pessoas para várias iniciativas, desde que o tempo ajude. Vamos também instalar bancadas na praia do Paraíso, para que as pessoas possam assistir às competições", explicou.

Miguel Inácio, responsável pelas competições desportivas, referiu que o programa permite que as pessoas cheguem de manhã e possam estar todo o dia no festival, passando pelo desporto e pela música.

"São dez dias com uma programação muito intensa. Ao nível do desporto, o principal atrativo é a prova do World Surf League, mas vamos também ter outras provas, como o nacional de 'body board' ou 'long board'", explicou.

O responsável referiu ainda que as pessoas que se deslocarem à Costa de Caparica vão ter oportunidade de assistir a varias demonstrações e também experimentar várias modalidades.

"Todos os dias vão existir aulas para que as pessoas possam experimentar. Queremos que as pessoas venham e conheçam o que de bom se faz no concelho. Esta aliança entre a música e o surf tem tudo para funcionar", concluiu.

Lusa

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41