sicnot

Perfil

Cultura

Caparica Primavera Surf Fest vai juntar música aos desportos de mar

A Costa de Caparica, em Almada, vai receber, em março, ao longo de dez dias, o Caparica Primavera Surf Fest, um evento que foi hoje apresentado e que vai juntar a música e vários desportos de mar.

Francisco Seco

"Vão ser dez dias de festival, entre os dias 17 e 26 de março. Vamos juntar o desporto e a música. As pessoas, depois de um dia em que podem assistir a diversas competições ou até experimentar [as diferentes modalidades], vão ter festas de 'sunset' e depois os concertos na tenda grande do evento", disse à Lusa António Miguel Guimarães, da organização do evento.

Pelo palco vão passar nomes como Márcia, Capicua, Black Mamba, Boss AC, Orelha Negra ou Carlão, com os preços a variarem entre os 30 euros, para todo o festival, e os dez euros, para cada dia.

"Acredito que vai correr bem. Temos uma lotação limitada a 2500 ou 3000 pessoas, na tenda grande, mas o paredão pode acolher muitas pessoas para várias iniciativas, desde que o tempo ajude. Vamos também instalar bancadas na praia do Paraíso, para que as pessoas possam assistir às competições", explicou.

Miguel Inácio, responsável pelas competições desportivas, referiu que o programa permite que as pessoas cheguem de manhã e possam estar todo o dia no festival, passando pelo desporto e pela música.

"São dez dias com uma programação muito intensa. Ao nível do desporto, o principal atrativo é a prova do World Surf League, mas vamos também ter outras provas, como o nacional de 'body board' ou 'long board'", explicou.

O responsável referiu ainda que as pessoas que se deslocarem à Costa de Caparica vão ter oportunidade de assistir a varias demonstrações e também experimentar várias modalidades.

"Todos os dias vão existir aulas para que as pessoas possam experimentar. Queremos que as pessoas venham e conheçam o que de bom se faz no concelho. Esta aliança entre a música e o surf tem tudo para funcionar", concluiu.

Lusa

  • Défice recua quase 400 milhões de euros em janeiro

    Economia

    O buraco das contas públicas atingiu os 625 milhões de euros no primeiro mês de 2017, segundo os dados da execução orçamental. É uma redução de 397 milhões, quando comparado com o mesmo mês do ano passado.

    Em desenvolvimento

  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31
  • Portugal é o segundo país da Europa com mais emigrantes
    1:39

    País

    São 2,3 milhões os portugueses que vivem no estrangeiro, ou seja, 22% da população. O último relatório do Observatório da Emigração relativo a 2015 mostra que se manteve o mesmo número de saídas de Portugal para o estrangeiro registadas no pico atingido em 2013: acima das 110 mil por ano. O Reino Unido é o principal país de destino.

  • Descoberta produção de canábis em abrigo nuclear 

    Mundo

    A polícia britânica descobriu, no sul de Inglaterra, um antigo abrigo nuclear subterrâneo adaptado à produção de canábis em grande escala. A operação levou à detenção de cinco homens e um adolescente de 15 anos. Foram também apreendidas milhares de plantas de canábis.

  • Carnaval na Almirante Reis
    2:39

    País

    Lisboa também celebra o Carnaval e esta manhã mais de três mil crianças participaram num desfile pela Avenida Almirante Reis, alunas de escolas públicas e privadas de 24 nacionalidades. Na freguesia de Arroios vivem estrangeiros de 79 nacionalidades.