sicnot

Perfil

Cultura

CDS-PP questiona Augusto Santos Silva sobre condecoração de Tony Carreira

O CDS-PP questionou hoje o Ministério dos Negócios Estrangeiros sobre a posição do Governo e da embaixada em Paris acerca da condecoração do cantor Tony Carreira, assim como do teor de declarações do próprio ministro Augusto Santos Silva.

(Arquivo)

(Arquivo)

Os centristas querem esclarecer porque é que a embaixada de Portugal não terá sido disponibilizada para a cerimónia, o motivo pelo qual o embaixador esteve ausente da entrega da condecoração atribuída pelo Estado francês, mas também acerca do que o ministro dos Negócios Estrangeiros disse sobre o assunto.

"Não considera V.Exa. que as declarações reproduzidas sobre este assunto podem ser entendidas como um juízo pessoal, depreciativo ou preconceituoso em relação à cultura popular portuguesa?", questionam 11 deputados do CDS-PP, incluindo o líder parlamentar, Nuno Magalhães, e a candidata à liderança do partido, Assunção Cristas.

Augusto Santos Silva disse ao Diário de Notícias que um dos seus sonhos enquanto sociólogo era assistir a um concerto de Tony Carreira.

Os parlamentares do CDS-PP questionam se a imagem da diplomacia terá sido "afetada por este incidente" e que diligências Santos Silva tenciona realizar, nomeadamente junto das comunidades portuguesas, para reparar a situação.

O Estado francês atribuiu a Tony Carreira o título de Cavaleiro da Ordem de Artes e Letras.

A 15 de janeiro, quando recebeu a medalha, Tony Carreira escreveu na sua conta na rede social de Facebook (com mais de 700 mil seguidores): "Quando tomei conhecimento desta condecoração, pedi se seria possível entregarem-me a medalha na embaixada de Portugal em Paris (a embaixada do meu país), pedido recusado pelo Sr. Embaixador de Portugal em Paris. Tive pena, fiquei triste, mas não mexe em nada com o meu orgulho em ser português".

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.