sicnot

Perfil

Cultura

Ator morre após duas semanas hospitalizado

Ator morre após duas semanas hospitalizado

O ator José Boavida, que estava hospitalizado há duas semanas após uma Paragem Cardio-Respiratória, morreu hoje, disse à agência Lusa o seu agente. José Boavida integrou ultimamente a série da RTP 'Bem-vindos a Beirais', entre outras em vários canais televisivos, bem como no teatro.De acordo com o agente do ator, Paulo Araújo, José Boavida não resistiu às sequelas da Paragem Cardio-Respiratória e faleceu esta noite no Hospital Fernando da Fonseca (Amadora/Sintra), onde estava internado desde o acidente.

José Boavida tinha 51 anos e estada internado nos cuidados intensivos do Hospital Amadora-Sintra desde há duas semanas, depois de se ter sentido mal a caminho de casa e ter caído no chão inanimado, sendo posteriormente socorrido pelos bombeiros e pelo INEM.

Na série que ainda se encontra atualmente em programação na RTP1, José Boavida dava corpo ao mecânico Manuel Pedroso.

A 08 de janeiro de 2016, José Boavida perdeu os sentidos na rua, na zona do Palácio de Queluz, tendo sido transportado para o hospital Amadora-Sintra, onde ficou internado em coma induzido, com prognóstico reservado, depois de ter sofrido uma Paragem Cardio-Respiratória, segundo a família.

Nas redes sociais, a família esclareceu que o ator "não sofreu nenhum AVC, nem enfarte", mas sim uma paragem Cardio-Respiratória, depois de algumas notícias contraditórias sobre o que realmente tinha acontecido ao ator.

A revista Caras publicou na sua edição online a 22 de janeiro um comunicado da família na qual esta fazia o agradecimento público aos Bombeiros Voluntários de Queluz e à equipa do Institito Nacional de Emergência Médica (INEM) que socorreu o ator.

"Em primeiro lugar, esses 'jornalistas' não procuraram apurar a veracidade de algumas informações que recolheram em fontes não ligadas à família, nem ao hospital, acabando por sair notícias com informações falsas (O Zé não sofreu nenhum AVC, nem enfarte, mas sim uma paragem cardiorrespiratória); em segundo lugar as poucas informações passadas pela família (dizer que o INEM - VMER demorou a chegar) foram deturpadas para obtenção de títulos bombásticos (Filha acusa Inem de negligência) ", pode ler-se na mensagem da família publicada então pela revista.

Natural de Castelo Branco, José Boavida, que celebrou 30 anos de profissão no ano passado, participou em diversas séries de televisão e telenovelas nacionais, como Telhados de Vidro, Inspetor Max, Doce Fugitiva, Morangos com Açúcar e, mais recentemente, na série Bem-vindos a Beirais.

Mas o cinema também contou com a presença de Boavida, tendo entrado em filmes como "O Grande Kilapi", de Zézé Gamboa, A Vida Privada de Salazar", de Jorge Queiroga, o "Contrato", de Nicolau Breyner, "Amália -- O Filme", de Carlos Coelho da Silva, "O mergulho", de Jorge Paixão da Costa, "Até amanhã camaradas", de Joaquim Leitão, "Capitães de Abril", de Maria de Medeiros, e "Alta Fidelidade", de Tiago Guedes e Frederico Serra, entre outros.

No teatro, participou em diversas peças ao longo da sua carreira, tendo começado em 1992 em A Barraca, com o "Mi Rival de Ralph Talbot", encenado por Hélder Costa, participando durante duas décadas e meia em mais de 20 peças.

Em 2013, subiu ao palco do Teatro Tivoli com "O Tesouro", numa encenação de José Wallenstein.

Além de ator de televisão e cinema, Boavida foi também encenador de inúmeras peças que subiram ao palco do Teatro AltaCena, da Sociedade Guilherme Cossoul, em Lisboa, a última das quais em 2012: "O Menino que queria ser Presidente", de Thomas Hadiberg.

  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade.