sicnot

Perfil

Cultura

Fantasporto volta a "insistir" no cinema da América Latina

O diretor do festival internacional de cinema do Porto Fantasporto Mário Dorminsky disse hoje que a programação da 36.ª edição vai "insistir" na América Latina, região onde se encontram "os novos nomes" do cinema.

(Lusa/Arquivo)

(Lusa/Arquivo)

LUSA

O evento, que decorre de 22 de fevereiro a 06 de março no Rivoli -- Teatro Municipal, no Porto, vai ter a sua abertura oficial no dia 26 de fevereiro com a antestreia mundial de "Gelo", de Luís e Gonçalo Galvão Teles, e vai distinguir Nicolau Breyner como homenageado português do ano.

"É na América Latina que estão a aparecer os novos nomes, as descobertas, aqueles que de facto vão dar que falar. Isso e também, curiosamente, nos países de Leste [da Europa] em que polacos, húngaros, russos, que já no ano passado marcaram uma presença muito forte no Fantasporto, voltam a marcar presenças muito significativas neste festival", afirmou Mário Dorminsky.

Na conferência de imprensa de apresentação do evento, que contou com a presença do realizador Luís Galvão Teles e do diretor do Teatro Municipal do Porto, Tiago Guedes, a também diretora do festival Beatriz Pacheco Pereira disse que foram selecionados filmes de 40 países, de um total de 67 nacionalidades que concorreram.

Galvão Teles, que vai estrear o filme realizado "a quatro mãos" ou de forma "bicéfala" com o filho, tendo a espanhola Ivana Baquero (do "Labirinto do Fauno", de Guillermo del Toro) e Afonso Pimental, Albano Jerónimo e Ivo Canelas no elenco, disse tratar-se de um "filme de atores, um filme de imaginação, um filme de descoberta, que pede ao espetador que viva duas vidas numa vida só".

Beatriz Pacheco Pereira sublinhou a importância que vai ser dada à relação entre o cinema e a música ao longo da programação do evento e recordou que, entre os filmes que participam no festival, são abordadas temáticas como as migrações, o desenraizamento, a juventude e a violência.

O júri da secção Fantástico é composto por Ate de Jong, Romain Basset, Drew Casson, Marc Carreté e Mark Murphy, enquanto o júri da Semana dos Realizadores é constituído pelo vencedor do grande prémio do Fantasporto do ano passado, Károly Mészáros, o português Luís Diogo e Ernesto de Nova.

Lusa

  • O resgate dos passageiros do naufrágio em Cascais
    1:48
  • É importante que "as pessoas não tenham medo" de denunciar o tráfico humano
    0:48

    País

    Manuel Albano, relator nacional para o tráfico de pessoas, concorda com a ideia de que é necessário continuar a investir na inspeção e na fiscalização para travar o tráfico de seres humanos, mas rejeita a denúncia do sindicato dos trabalhadores do SEF, que esta quinta-feira alertou para a "falta de controlo".

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
  • Salas de consumo assistido previstas na lei há 17 anos
    3:01
  • O que faz um guaxinim às duas da manhã num quartel de bombeiros?

    Mundo

    Os animais são muitas vezes os protagonistas de histórias incríveis ou até insólitas. Desde o cão mais pequeno ao urso mais assustador. Desta vez, o principal interveniente é um guaxinim, que foi levado até um quartel de bombeiros por uma dona muito preocupada. Porquê? O animal estava sob o efeito de drogas.

    SIC

  • "Por vezes até as princesas da Disney ficam apavoradas"

    Mundo

    A atriz norte-americana Patti Murin foi esta semana elogiada nas redes sociais por se preocupar com a sua saúde mental e não ter problemas em falar sobre o assunto. A artista faltou a um espetáculo da Disney, onde ia atuar, devido a um ataque de ansiedade.

    SIC

  • Presidente do Uganda quer proibir sexo oral

    Mundo

    O Presidente do Uganda emitiu um aviso público durante um conferência de imprensa anunciando que vai banir a prática de sexo oral no país. Yoweri Museveni justifica o ato, explicando que "a boca serve para comer".

    SIC