sicnot

Perfil

Cultura

Fantasporto volta a "insistir" no cinema da América Latina

O diretor do festival internacional de cinema do Porto Fantasporto Mário Dorminsky disse hoje que a programação da 36.ª edição vai "insistir" na América Latina, região onde se encontram "os novos nomes" do cinema.

(Lusa/Arquivo)

(Lusa/Arquivo)

LUSA

O evento, que decorre de 22 de fevereiro a 06 de março no Rivoli -- Teatro Municipal, no Porto, vai ter a sua abertura oficial no dia 26 de fevereiro com a antestreia mundial de "Gelo", de Luís e Gonçalo Galvão Teles, e vai distinguir Nicolau Breyner como homenageado português do ano.

"É na América Latina que estão a aparecer os novos nomes, as descobertas, aqueles que de facto vão dar que falar. Isso e também, curiosamente, nos países de Leste [da Europa] em que polacos, húngaros, russos, que já no ano passado marcaram uma presença muito forte no Fantasporto, voltam a marcar presenças muito significativas neste festival", afirmou Mário Dorminsky.

Na conferência de imprensa de apresentação do evento, que contou com a presença do realizador Luís Galvão Teles e do diretor do Teatro Municipal do Porto, Tiago Guedes, a também diretora do festival Beatriz Pacheco Pereira disse que foram selecionados filmes de 40 países, de um total de 67 nacionalidades que concorreram.

Galvão Teles, que vai estrear o filme realizado "a quatro mãos" ou de forma "bicéfala" com o filho, tendo a espanhola Ivana Baquero (do "Labirinto do Fauno", de Guillermo del Toro) e Afonso Pimental, Albano Jerónimo e Ivo Canelas no elenco, disse tratar-se de um "filme de atores, um filme de imaginação, um filme de descoberta, que pede ao espetador que viva duas vidas numa vida só".

Beatriz Pacheco Pereira sublinhou a importância que vai ser dada à relação entre o cinema e a música ao longo da programação do evento e recordou que, entre os filmes que participam no festival, são abordadas temáticas como as migrações, o desenraizamento, a juventude e a violência.

O júri da secção Fantástico é composto por Ate de Jong, Romain Basset, Drew Casson, Marc Carreté e Mark Murphy, enquanto o júri da Semana dos Realizadores é constituído pelo vencedor do grande prémio do Fantasporto do ano passado, Károly Mészáros, o português Luís Diogo e Ernesto de Nova.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.