sicnot

Perfil

Cultura

Morreu o ator norte-americano Abe Vigoda

O ator norte-americano Abe Vigoda, conhecido por ter participado em "O Padrinho", morreu esta terça-feira aos 94 anos de causas naturais, em New Jersey, anunciou a família.

Filho de russos judeus que emigraram para os Estados Unidos, Abe Vigoda nasceu a 24 de fevereiro de 1921 em Nova Iorque e morreu hoje durante o sono. (Arquivo)

Filho de russos judeus que emigraram para os Estados Unidos, Abe Vigoda nasceu a 24 de fevereiro de 1921 em Nova Iorque e morreu hoje durante o sono. (Arquivo)

JEFF ROBBINS / AP

Apesar de ter tido uma carreira em teatro, cinema e televisão desde a década de 1940, Abe Vigoda ficou célebre sobretudo por duas personagens, interpretadas nos anos 1970: o mafioso Sal Tessio em "O padrinho", de Coppola, e o detetive Philip K. Fish na série televisiva "Barney Miller".

A morte de Abe Vigoda era há muito tempo uma piada da cultura popular nos Estados Unidos, escreve hoje o jornal Los Angeles Times. Em 1982, a revista People dava o ator como morto quando na verdade se queria referir ao final da série "Barney Miller".

Na altura, numa resposta humorada ao engano, Abe Vigoda publicou um anúncio de página inteira na revista Variety, onde aparecia dentro de um caixão a ler a People.

"O sentido de humor manteve-se intacto, mas a carreira não", escreve hoje o jornal Los Angeles Times no obituário do ator, referindo que aquele anúncio antecipado de morte o perseguiu durante anos.

Filho de russos judeus que emigraram para os Estados Unidos, Abe Vigoda nasceu a 24 de fevereiro de 1921 em Nova Iorque e morreu hoje durante o sono.

Lusa

  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • "A Venezuela sofreu um Madurazo"
    0:32
  • "Leiam os meus lábios. Não!"
    0:12

    Mundo

    Vladimir Putin participou esta quinta-feira numa conferência, no Ártico. Questionado sobre se a Rússia tinha interferido nas últimas eleições dos Estados Unidos da América, o Presidente voltou a negar qualquer interferência, com uma frase que pensava pertencer a Ronald Reagan, mas que na verdade foi proferida por George Bush.

  • A provocação de Juncker a Trump
    0:40

    Mundo

    Jean-Claude Juncker lançou esta quinta-feira uma provocação a Donald Trump. No último dia do congresso do PPE, o presidente da Comissão Europeia disse que, se Trump incentivar outros países a sair da União Europeia, ele próprio vai apoiar a independência do Ohio e do Texas