sicnot

Perfil

Cultura

8½ Festa do Cinema Italiano realiza-se entre março e abril em Lisboa

A 9.ª edição do 8 ½ Festa do Cinema Italiano, que homenageará Ettore Scola, falecido no passado dia 19, realiza-se de 30 de março a 7 de abril, em Lisboa, seguindo depois para cinco outros concelhos.

© Stefan Wermuth / Reuters

Depois da capital portuguesa, a Festa do Cinema Italiano apresentar-se-á em Cascais, de 15 a 17 de abril, em Coimbra, de 18 a 20 de abril, no Porto, de 21 a 24 de abril, em Loulé, de 12 a 14 de maio, e nas Caldas da Rainha, de 13 a 15 de maio, "entre outras, cujas datas serão anunciadas em breve", segundo comunicado da organização.

Simultaneamente, "o 8 ½ Festa do Cinema Italiano reforçará a presença em vários países lusófonos, sendo de destacar o forte crescimento no Brasil, onde, além de Porto Alegre [no Brasil], estará em mais seis cidades", lê-se no mesmo documento.

Em Lisboa, além do Cinema São Jorge, os filmes transalpinos serão também exibidos nos cinemas UCI - El Corte Inglés.

O diretor do 8 ½, Stefano Savio, afirma, no mesmo comunicado, que, com esta presença nos cinemas UCI, se pretende "chegar a pessoas que, por vezes, estão distantes do circuito dos festivais de cinema", e levar ao público e o "espírito da Festa".

"Il racconto di racconti" ("O conto dos Contos", de Matteo Garone, um dos candidatos à Palma de Ouro do Festival de Cannes em 2015), abre a festa, numa antestreia nacional.

O filme é protagonizado por Salma Hayek, Vincent Cassel e Toby Jones. Matteo Garone assinou anteriormente trabalhos como "Gomorra" e "Reality -- A Grande Ilusão".

Da programação da festa consta uma homenagem a Ettore Scola, "um dos grandes mestres do cinema italiano", realizador, entre outros, de "Feios, porcos e maus". Deste realizador, na edição do ano passado da festa foi exibido em antestreia "Que estranho chamar-se Federico".

Da homenagem a Ettore Scola está previsto a exibição de alguns dos seus filmes. O realizador transalpino ganhou um Prémio Cesar com "Tão amigos que nós éramos", e assinou "Um dia inesquecível", "O terraço" e "A família", filmes nomeados ao Óscar e à Palma de Ouro de Cannes.

Da programação da Festa consta ainda a exibição de uma nova versão, digital, de "A vida é bela", de Roberto Benigni, filme vencedor de três Óscares

No ano passado, em Lisboa, 11.000 pessoas assistiram aos diferentes filmes da Festa do Cinema Italiano, segundo dados da organização.

A 8 ½ Festa do Cinema Italiano é organizada pela Associação Il Sorpasso, com o apoio da embaixada de Itália em Lisboa, e do Instituto Italiano de Cultura de Lisboa, numa parceria com a empresa municipal de Gestão dos Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC).

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.