sicnot

Perfil

Cultura

Morreu o realizador francês Jacques Rivette

O realizador francês Jacques Rivette morreu hoje, aos 87 anos, noticiou o jornal Le Monde e o site Le Progrés.

Jacques Rivette (dir.) com Jane Birkin e Sergio Castellitto no Festival de Veneza em 2009.

Jacques Rivette (dir.) com Jane Birkin e Sergio Castellitto no Festival de Veneza em 2009.

© Tony Gentile / Reuters

Nascido em Rouen, Normandia, em 1928, Rivette foi um dos realizadores emblemáticos da movimento 'Nouvelle Vague', ao lado de Jean-Luc Godard, François Truffaut, Claude Chabrol e Eric Rohmer.

Um dos seus filmes mais conhecidos "La Belle Noiseuse", de 1991, com Emmanuelle Béart e Michel Piccoli, ganhou o Grande Prémio do festival de cinema de Cannes.

Jacques Rivette iniciou a carreira em 1958, com o filme "Paris nous appartient", a sua primeira longa metragem.

Rivette realizou também "L'Amour Fou" (1968), "Céline e Julie vont en bateau" (1974), "Le Pont du Nord" (1981), entre outros. A sua última longa metragem "36 vues du pic Saint-Loup" saiu em 2009.

Entre 1952 e 1965 trabalhou na revista francesa de cinema Cahiers du Cinéma.

Lusa

  • O encontro emocionado de Marcelo com a mãe de uma das vítimas dos fogos
    0:30
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • "O fogo chegou de repente. Foi um demónio"
    2:15
  • O desabafo de um empresário que perdeu "uma vida inteira de trabalho" no fogo
    2:08
  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10
  • As comunicações entre operacionais no combate às chamas em Viseu
    2:27
  • Houve "erros defensivos que normalmente a equipa não comete"
    0:38

    Desporto

    No final do jogo, quando questionado sobre a ausência de Casillas no onze do FC Porto, Sérgio Conceição referiu que a equipa apresentada era aquela que lhe oferecia garantias. Quanto ao jogo, o treinador portista reconheceu que a equipa cometeu vários erros defensivos.

  • "Cometemos erros e há que tentar corrigi-los"
    0:41

    Desporto

    No final do jogo em Leipzig, Iván Marcano desvalorizou a ausência de Iker Casillas e entendeu que o facto de o guarda-redes ter ficado no banco não teve impacto na equipa. Já sobre o jogo, o central espanhol garantiu que não correu da forma como os jogadores esperavam.

  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.