sicnot

Perfil

Cultura

Ministro da Cultura diz que Portugal vive uma "situação de emergência"

O ministro da Cultura, João Soares, disse hoje, no Algarve, que Portugal vive uma "situação de emergência", nomeadamente no setor que tutela, mas defendeu que a reposição do ministério vai permitir trabalhar pela afirmação cultural do país.

"É preciso ter consciência de que estamos confrontados com uma situação de emergência, muito séria, que resulta dessas aventuras de quem pôs os chamados 'mercados' acima dos intereses do país e nomeadamente dos interesses culturais do país", afirmou o ministro, sublinhando que o país já enfrentou situações difíceis e "soube dar-lhes a volta".

João Soares, que falava aos jornalistas em Faro, no final da visita oficial que hoje fez ao Algarve, admitiu que é "absolutamente óbvio" que o ano agora se inicia continuará a ser de escassez de verbas para a Cultura, mas reafirmou que o atual Governo está disposto a elevar o setor no plano das suas prioridades.

Segundo o governante, o atual primeiro-ministro tem uma "vontade clara de dar à cultura um papel muito mais importante do que aquele que teve nos últimos anos, nomeadamente do ponto de vista do 'ranking' governamental", o que se traduz no facto de a cultura ter deixado de estar "em último lugar no governo".

Questionado pelos jornalistas sobre as verbas previstas para a Cultura no Orçamento do Estado para 2016, o ministro da Cultura disse não estar "ainda em condições para dar uma resposta" sobre a matéria, uma vez que o Governo está ainda a terminar o esboço do documento.

"Infelizmente, uma boa parte do nosso sistema financeiro comeu recursos que teriam sido muito melhor utilizados na área da cultura e na afirmação cultural do país", afirmou, referindo-se às "tragédias" que resultaram dos casos dos bancos BES, BPN e Banif.

João Soares cumpriu hoje a sua primeira visita oficial ao Algarve, tendo visitado monumentos e equipamentos culturais em Aljezur, Vila do Bispo, Lagos, Paderne (Albufeira) e Faro.

Lusa

  • Jovem que morreu numa estância de esqui em Espanha sofreu um aneurisma
    1:26
  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.

  • Três letras de Zeca Afonso

    Cultura

    No dia em que se assinalam 30 anos da morte de Zeca Afonso, Raquel Marinho, jornalista da SIC e divulgadora de poesia portuguesa contemporânea, escolhe três letras do cantor e autor para dizer, em forma de homenagem.

    Raquel Marinho

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira