sicnot

Perfil

Cultura

Justiça francesa anula licença de exploração comercial do filme "Anticristo"

A licença de exploração comercial em França do filme "Anticristo", do cineasta dinamarquês Lars von Trier, foi anulada pela justiça devido a "cenas de enorme violência" e "cenas de sexo não simuladas", foi hoje divulgado.

© Thomas Peter / Reuters

A decisão judicial foi tomada em resposta a uma ação apresentada por uma associação próxima dos católicos tradicionalistas que defendia que o filme, atualmente interdito a menores de 16 anos, deveria sê-lo a menores de 18 anos.

Algumas cenas de "Anticristo", com Willem Dafoe e Charlotte Gainsbourg - e que valeu em 2009 à atriz francesa o prémio de interpretação feminina no Festival de Cannes -, têm "um grau de representação da violência e da sexualidade que exige, à luz das disposições legais aplicáveis, uma interdição do filme a todos os menores", considerou o tribunal administrativo de segunda instância de Paris.

De acordo com o tribunal, o ministério da Cultura "cometeu um erro de apreciação ao limitar-se a proibir a visualização do filme apenas aos menores de 16 anos".

A anulação da licença de exploração comercial da longa-metragem, uma autorização administrativa necessária à exibição do filme em salas de cinema, impede também a sua difusão em qualquer suporte (televisão, DVD...), até que uma nova licença seja concedida.

O filme de Lars von Trier já enfrentou este obstáculo duas vezes, em 2009 e 2012, por razões processuais. De ambas as vezes lhe foi concedida uma nova licença.

Em dezembro passado, a associação Promouvoir, na origem da ação contra "Anticristo", tinha já obtido da justiça francesa a revisão da interdição apenas aos menores de 12 anos do filme realizado pelo franco-tunisino Abdellatif Kechiche "A Vida de Adèle", Palma de Ouro 2013 em Cannes.

No verão de 2015, a Promouvoir conseguira igualmente fazer proibir aos menores de 18 anos o filme "Love", do cineasta argentino Gaspar Noé, uma história de amor com cenas de sexo não simuladas cuja visualização só estava inicialmente proibida a menores de 16 anos.

Lusa

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51

    Cultura

    A Parques de Sintra ganhou, pelo quarto ano consecutivo, os World Travel Awards na categoria de "Melhor Empresa de Conservação do Mundo". A empresa portuguesa, que gere monumentos, parques e jardins situados na zona da Paisagem Cultural de Sintra e em Queluz, voltou a ser a única nomeada europeia na categoria, e foi a vencedora entre candidatos de todo o mundo.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.