sicnot

Perfil

Cultura

Justiça francesa anula licença de exploração comercial do filme "Anticristo"

A licença de exploração comercial em França do filme "Anticristo", do cineasta dinamarquês Lars von Trier, foi anulada pela justiça devido a "cenas de enorme violência" e "cenas de sexo não simuladas", foi hoje divulgado.

© Thomas Peter / Reuters

A decisão judicial foi tomada em resposta a uma ação apresentada por uma associação próxima dos católicos tradicionalistas que defendia que o filme, atualmente interdito a menores de 16 anos, deveria sê-lo a menores de 18 anos.

Algumas cenas de "Anticristo", com Willem Dafoe e Charlotte Gainsbourg - e que valeu em 2009 à atriz francesa o prémio de interpretação feminina no Festival de Cannes -, têm "um grau de representação da violência e da sexualidade que exige, à luz das disposições legais aplicáveis, uma interdição do filme a todos os menores", considerou o tribunal administrativo de segunda instância de Paris.

De acordo com o tribunal, o ministério da Cultura "cometeu um erro de apreciação ao limitar-se a proibir a visualização do filme apenas aos menores de 16 anos".

A anulação da licença de exploração comercial da longa-metragem, uma autorização administrativa necessária à exibição do filme em salas de cinema, impede também a sua difusão em qualquer suporte (televisão, DVD...), até que uma nova licença seja concedida.

O filme de Lars von Trier já enfrentou este obstáculo duas vezes, em 2009 e 2012, por razões processuais. De ambas as vezes lhe foi concedida uma nova licença.

Em dezembro passado, a associação Promouvoir, na origem da ação contra "Anticristo", tinha já obtido da justiça francesa a revisão da interdição apenas aos menores de 12 anos do filme realizado pelo franco-tunisino Abdellatif Kechiche "A Vida de Adèle", Palma de Ouro 2013 em Cannes.

No verão de 2015, a Promouvoir conseguira igualmente fazer proibir aos menores de 18 anos o filme "Love", do cineasta argentino Gaspar Noé, uma história de amor com cenas de sexo não simuladas cuja visualização só estava inicialmente proibida a menores de 16 anos.

Lusa

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.

  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.