sicnot

Perfil

Cultura

Madonna enrola-se na bandeira de Taiwan em concerto na ilha

A estrela pop Madonna enrolou-se numa bandeira de Taiwan durante o primeiro concerto que deu na Ilha Formosa, na noite de quinta-feira, sem se preocupar com o provável aborrecimento que o gesto deve provocar em Pequim.

O momento foi partilhado por um taiwandês no Facebook

O momento foi partilhado por um taiwandês no Facebook

No final do espetáculo, Madonna envolveu-se na bandeira da República da China (Taiwan) enquanto cantava, mantendo o costume de ir buscar o símbolo nacional do país onde atua.

A ação de Madonna recordou os taiwaneses o incidente com a cantora Chou Tzu Yu, que exibiu uma bandeira de Taiwan num programa de televisão da Coreia do Sul, em janeiro, um gesto que fez com que perdesse contratos com empresas da China (República Popular da China).

Vários artistas que exibiram em palco a bandeira de Taiwan e que manifestaram apoio ao movimento pró-democrático chinês ou à independência do Tibete sofreram com boicotes na China.

Depois do primeiro concerto em Taiwan, que durou 140 minutos e atraiu milhares de pessoas, Madonna vai atuar em Banguecoque (Tailândia) e Tóquio (Japão) no âmbito da digressão "Rebel Heart", que a vai levar ainda a Hong Kong (17 e 18 de fevereiro) e a Macau (20 e 21), as duas Regiões Administrativas Especiais chinesas.

Seguem-se concertos nas Filipinas, Singapura, Nova Zelândia e Austrália.

Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40
  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.