sicnot

Perfil

Cultura

"O Quarto" de Van Gogh pode ser alugado a 10 dólares/noite

O Instituto de Arte de Chicago recriou num apartamento "O Quarto", pintado por Van Gogh, e aluga-o a dez dólares por noite, cumprindo assim o desejo de todos aqueles que admiravam o quadro e sonhavam dormir nele.

A exposição abre este domingo e está patente até dia 10 de maio.

A exposição abre este domingo e está patente até dia 10 de maio.

© Stephane Mahe / Reuters

Um grupo de artistas locais ajudou a recrear num espaço físico as cores vivas e a mobília de linhas simples do quadro "O Quarto", do impressionista holandês Van Gogh, um dos seus trabalhos mais reconhecidos.

De acordo com a porta-voz do Instituto de Arte de Chicago, Amanda Hicks, trata-se de uma "experiência extraordinária" entrar num moderno apartamento de Chicago, abrir a porta e ser-se "transportado para dentro do quadro de Van Gogh".

As reservas são exclusivamente para uma noite no quarto e incluem dois bilhetes de acesso ao museu, bem como a uma exposição especial que junta as três versões do quadro do pintor holandês.

O Instituto de Arte de Chicago detém um dos quadros, sendo que os outros dois foram emprestados, um pelo Museu d'Orsay, de Paris, e o outro pelo Museu Van Gogh, em Amsterdão.

A exposição inclui igualmente uma recriação de "O Quarto" e à medida que os visitantes percorrerem a galeria vão andar sobre um modelo da casa de Van Gogh em Arles, França.

A exposição abre domingo e está patente até dia 10 de maio.

Quem estiver interessado em alugar o quarto e dormir lá uma noite deve ir à página de Facebook do museu e procurar a informação sobre quando haverá datas disponíveis. Não está, para já, previsto que o quarto continue disponível para ser alugado a partir do momento que a exposição termine.

Através da página de Facebook do museu é possível conhecer algumas das reações: "Isto é tão perfeito que estou literalmente em lágrimas", escreveu a estudante de arte Genevieve Marie Gualtiere.

Os amantes de arte já reservaram todas as datas disponíveis em fevereiro, mas será possível reservar outros dias a partir do momento em que o museu divulgue quais estão disponíveis, através da plataforma Airbnb.

"Esperamos que isto inspire as pessoas a pensarem na pintura de formas diferentes", sublinhou a porta-voz do Instituto, acrescentando que a recriação de "O Quarto" vai fazer com os visitantes vejam, sintam, pensem e vivam de maneira diferente a obra icónica de Van Gogh.

Lusa

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Ataques aéreos dos EUA em Mossul podem ter causado a morte de 200 civis
    1:22
  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Quando o cancro chega por mero acaso
    1:55

    Mundo

    Cerca de dois terços das mutações que ocorrem nas células cancerígenas devem-se ao acaso, segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Em Portugal, o Diretor do Programa Nacional Doenças Oncológicas alerta para a importância de um diagnóstico precoce e um estilo de vida saudável como forma de reduzir a fatalidade.