sicnot

Perfil

Cultura

"O Quarto" de Van Gogh pode ser alugado a 10 dólares/noite

O Instituto de Arte de Chicago recriou num apartamento "O Quarto", pintado por Van Gogh, e aluga-o a dez dólares por noite, cumprindo assim o desejo de todos aqueles que admiravam o quadro e sonhavam dormir nele.

A exposição abre este domingo e está patente até dia 10 de maio.

A exposição abre este domingo e está patente até dia 10 de maio.

© Stephane Mahe / Reuters

Um grupo de artistas locais ajudou a recrear num espaço físico as cores vivas e a mobília de linhas simples do quadro "O Quarto", do impressionista holandês Van Gogh, um dos seus trabalhos mais reconhecidos.

De acordo com a porta-voz do Instituto de Arte de Chicago, Amanda Hicks, trata-se de uma "experiência extraordinária" entrar num moderno apartamento de Chicago, abrir a porta e ser-se "transportado para dentro do quadro de Van Gogh".

As reservas são exclusivamente para uma noite no quarto e incluem dois bilhetes de acesso ao museu, bem como a uma exposição especial que junta as três versões do quadro do pintor holandês.

O Instituto de Arte de Chicago detém um dos quadros, sendo que os outros dois foram emprestados, um pelo Museu d'Orsay, de Paris, e o outro pelo Museu Van Gogh, em Amsterdão.

A exposição inclui igualmente uma recriação de "O Quarto" e à medida que os visitantes percorrerem a galeria vão andar sobre um modelo da casa de Van Gogh em Arles, França.

A exposição abre domingo e está patente até dia 10 de maio.

Quem estiver interessado em alugar o quarto e dormir lá uma noite deve ir à página de Facebook do museu e procurar a informação sobre quando haverá datas disponíveis. Não está, para já, previsto que o quarto continue disponível para ser alugado a partir do momento que a exposição termine.

Através da página de Facebook do museu é possível conhecer algumas das reações: "Isto é tão perfeito que estou literalmente em lágrimas", escreveu a estudante de arte Genevieve Marie Gualtiere.

Os amantes de arte já reservaram todas as datas disponíveis em fevereiro, mas será possível reservar outros dias a partir do momento em que o museu divulgue quais estão disponíveis, através da plataforma Airbnb.

"Esperamos que isto inspire as pessoas a pensarem na pintura de formas diferentes", sublinhou a porta-voz do Instituto, acrescentando que a recriação de "O Quarto" vai fazer com os visitantes vejam, sintam, pensem e vivam de maneira diferente a obra icónica de Van Gogh.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.