sicnot

Perfil

Cultura

Concerto em Coimbra assinala 29 anos de saudade de Zeca Afonso

Diversos músicos participam no sábado à noite, no Conservatório de Música de Coimbra, no concerto '29 Anos de Saudade', espetáculo de homenagem a Zeca Afonso, falecido em 1987.

Zeca Afonso, autor de temas como "Grândola, Vila Morena" / www.aja.pt

Zeca Afonso, autor de temas como "Grândola, Vila Morena" / www.aja.pt

www.aja.pt

Promovido por Mário Mata e 'Os Amigos do Zeca', o concerto, que também conta com a participação de João Afonso, Rui Pato, Grupo Vocal Ad Libidum, Fernando Meireles, Magda Lopes e Manuel Rocha, visa homenagear o autor de 'Grândola, Vila Morena'.

Do grupo 'Os Amigos do Zeca' fazem parte Mário Mata (voz e guitarra), Paulo Bernardino (piano, sintetizador e acordeão), Hugo Nunes (baixo), João Domingues (guitarras), Alexandre Reis (bateria), Jorge Duarte (vozes e percussões), Mafalda Duarte (voz e flauta) e Rui Seoane, que "dá voz às baladas e aos fados de Coimbra".

"A obra de José Afonso continua a suscitar grande interesse" por parte de músicos e intérpretes e por parte do público, disse hoje à agência Lusa Manuel Rocha, referindo que o espetáculo de homenagem ao compositor, poeta e intérprete se realiza há quatro anos no Conservatório de Música de Coimbra, "sempre com muito público".

"As pessoas continuam a procurar a música de Zeca Afonso em todos os contextos", sustenta o violinista da Brigada Victor Jara e diretor do Conservatório de Música de Coimbra.

Inovador, "grande poeta" e com "uma capacidade melódica extraordinária", José Afonso alia as heranças rural e urbana e a composição moderna, "é o ambiente musical que define o país", sintetiza Manuel Rocha.

José Afonso, também conhecido por Zeca, nasceu em Aveiro, em 02 de agosto de 1929, e morreu em Setúbal, em 23 de fevereiro de 1987.

Começou a sua carreira a interpretar fados de Coimbra, nos anos 50 do século XX, tendo revolucionado a música tradicional, designadamente a canção ligada aos universitários desta cidade.

Para a realização do espetáculo, 'Os Amigos do Zeca' - grupo que foi constituído em 2009, em Penela - contam com o apoio da Câmara Municipal desta vila do distrito de Coimbra, da Antena 1 e o Diário de Coimbra.

Os bilhetes para o concerto, que se realiza às 21:30 de sábado, no auditório do Conservatório de Música de Coimbra, custam 15 euros e podem ser adquiridos no TicketLine ou, no dia do espetáculo, no Conservatório.

Lusa

  • Mais de 1600 ações de fiscalizações a IPSS em dois anos
    1:05

    Expresso da Meia Noite

    Nos últimos dois anos, o Estado efetuou mais de 1600 ações de fiscalização a Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) das quais resultaram mais de 70 destituições e 80 participações ao Ministério Público (MP). Os números foram avançados pela secretária de Estado da Segurança Social, Cláudia Joaquim, no programa Expresso da Meia-noite, na SIC Notícias.

  • Bombeiro ferido nos fogos de Pedrógão Grande regressou a casa
    2:33

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Seis meses depois dos incêndios de Pedrógão Grande, regressou a casa o último dos bombeiros de Castanheira de Pera que estava internado desde junho. Rui Rosinha esteve em coma mais de dois meses e tem ainda pela frente uma longa recuperação. O bombeiro não quer que o país esqueça o que aconteceu e espera que as duas tragédias deste ano (fogos de junho e outubro) sirvam de lição para o futuro.

  • Pedrógão Grande, seis meses depois - documentário Expresso
    0:29
  • Frio no fim de semana, regiões do interior podem chegar aos -5 °C
    1:23
  • Ilhas Selvagens são um tesouro no Atlântico que é preciso preservar
    2:33