sicnot

Perfil

Cultura

Ministro da Cultura quer criar fundo de produção cinematográfica a nível europeu

O ministro da Cultura, João Soares, anunciou hoje, em Berlim, que pretende criar um fundo europeu de incentivo à produção de cinema, em parceria com outros ministros europeus para os assuntos culturais, com o apoio da União Europeia.

Manuel Almeida

"A proposta que fiz e que foi recebida com algum entusiasmo, nomeadamente pelo responsável do FFA [Filmförderungsanstalt], o equivalente alemão ao ICA [Instituto do Cinema e Audiovisual], é a preservação da herança cinematográfica da Europa e a possibilidade de avançarmos para uma batalha, no quadro das instituições europeias, para a criação de um fundo que permita a valorização dessa herança cultural", disse hoje João Soares, em entrevista à agência Lusa, em Berlim.

O ministro da Cultura, que esteve na Alemanha em visita oficial, durante o Festival de Cinema de Berlim, reuniu-se com a ministra da Cultura alemã, Monika Grütters, e com os homólogos da Estónia, Letónia, Luxemburgo, República Checa e Suécia.

Durante a reunião informal, os ministros discutiram a necessidade de fortalecimento da produção da arte europeia, uma vez que a "Cultura é decisiva para construir pontes na Europa", especialmente numa altura em que o continente europeu "sofre grandes desafios a nível político", de acordo com o comunicado a que a Lusa teve acesso.

"Houve uma diferença de pontos de vista entre os vários presentes: há uns que valorizam mais, ou quase em exclusivo, o papel da iniciativa privada e há outros, como é o meu caso, que acham que tem de haver algum investimento por parte do Estado", afirmou.

João Soares acrescentou que a visita à capital germânica permitiu também a consolidação do acordo que o executivo ratificou na semana passada, e que prevê uma cooperação entre Portugal e a Alemanha no setor cinematográfico, com o objetivo de proporcionar às empresas portuguesas uma maior facilidade de internacionalização e melhor acesso ao mercado alemão.

"Estávamos em mínimos que ainda eram muito altos para as nossas capacidades financeiras e conseguimos que isso se reduzisse, conseguindo coproduções com a Alemanha", explicou.

Além do ministro da Cultura, que regressou hoje à tarde a Lisboa, o Festival de Cinema de Berlim contou com a presença do primeiro-ministro, António Costa, no ano em que Portugal tem a maior presença de sempre no Berlinale, com oito filmes de produção nacional, três dos quais em competição.

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.