sicnot

Perfil

Cultura

Museu de Auschwitz lança corretor para expressão "campo da morte polaco"

O museu do antigo campo de concentração nazi Auschwitz-Birkenau anunciou hoje o lançamento de uma aplicação para corrigir a expressão "campo polaco", usada frequentemente pelos 'media' estrangeiros para designar campos de morte instalados pelos nazis na Polónia ocupada.

O corretor "Remember", que pode ser descarregado em http://correctmistakes.auschwitz.org a partir da página digital do museu, procura num texto expressões como "campos de morte polacos" ou "campos de concentração polacos" e propõe uma fórmula historicamente correta.

De acordo com um comunicado do museu, este corretor é compatível com os editores de texto e sistemas informáticos mais difundidos, em 16 versões linguísticas. O número de línguas deve ser alargado em breve.

Esta iniciativa surge um dia depois do anúncio pelo governo conservador polaco da proposta de introdução de uma pena - de até cinco anos de prisão - pela utilização daquelas expressões. Nos últimos anos, Varsóvia pede sistematicamente a retificação destas expressões.

O projeto prevê a pena pela "atribuição pública, ignorando os factos, à República da Polónia ou à nação polaca de ter sido corresponsável" pelos crimes do III Reich.

Cerca de 1,1 milhões de pessoas, incluindo um milhão de judeus, foram assassinadas pelos nazis no campo de Auschwitz-Birkenau entre 1940 e 1945. As restantes vítimas foram sobretudo polacos não-judeus, ciganos e prisioneiros de guerra soviéticos.

Lusa

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • Sociedade de Pneumologia recomenda cuidados com calor e incêndios

    País

    A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) alertou esta quarta-feira para os riscos respiratórios decorrentes dos incêndios e temperaturas elevadas, sobretudo para quem sofre de doenças crónicas, propondo medidas preventivas e recordando o aumento de mortalidade associado ao calor.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14
  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.