sicnot

Perfil

Cultura

Morreu George Gaynes, o comandante Lassard da "Academia de Polícia"

O ator George Gaynes, conhecido pelo papel de comandante Lassard na saga "Academia de Polícia" e de pai adotivo de "Punky Prewster", morreu hoje aos 98 anos em North Bend, Washington.

A morte do ator foi confirmada ao jornal New York Times pela sua filha, Iya Gaynes Falcone Brown.

Gaynes encarnou o despistado Eric Lassard nos sete filmes da "Academia de Polícia", o primeiro datado de 1984 e o último de 1994.

Na série "Punky Brewster" (1984-1986), Gaynes interpretou Henry Warnimont, um viúvo cuja vida muda quando encontra uma menina abandonada (Soleil Moon Frye) e se transforma no seu pai adotivo.

Esse papel conseguiu-o depois de participar em "Tootsie" (1982), filme protagonizado por Dustin Hoffman.

Anteriormente, tinha aparecido no pequeno ecrã em séries de televisão como "The Defenders", "Missão Impossível", "Bonanza", "Mannix", "Hogan's Heroes", "The Six Million Dollar Man", "Hawaii 5-0" e "Chicago Hope".

Numa fase posterior da sua carreira juntou ao seu currículo as séries "The Days and Nights of Molly Dodd", protagonizada pela sua mulher, a atriz Allyn Ann McLerie, e "Hearts Afire", com John Ritter.

Em 2003, retirou-se após participar na comédia "Just Married".

Lusa

  • Acordo de concertação social assinado por todos os parceiros

    Economia

    Está assinado o acordo da Concertação Social que estipula a descida da TSU para as empresas como contrapartida do aumento do salário mínimo. Ao contrário do que é habitual, o momento não foi assinalado na sede do Conselho Económico e Social (CES), mas as assinaturas foram divulgadas no Twitter.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.