sicnot

Perfil

Cultura

Morreu Umberto Eco

O escritor e filósofo italiano Umberto Eco, autor de sucessos como "O Nome da Rosa" e "O Pêndulo de Foucault" morreu esta sexta-feira, aos 84 anos, na sua residência, em Milão.

Umberto Eco, Escritor, semiólogo e historiador. (Arquivo/AP)

Umberto Eco, Escritor, semiólogo e historiador. (Arquivo/AP)

Sebastian Scheiner / AP

A notícia da morte foi comunicada pela família ao jornal italiano La Repubblica. O óbito ocorreu às 22:30 (21:30 em Lisboa).

Semiólogo, filósofo, escritor e professor universitário, Umberto Eco nasceu a 5 de janeiro de 1932 em Alessandria, no noroeste de Itália, na região de Piemonte.

Estreou-se nos livros de ficção em 1980 com "O Nome da Rosa", que lhe valeu o Prémio Strega, em 1981. A este livro, que foi traduzido em várias línguas, sucederam-se outros títulos, como "O Pêndulo de Foucault", "A ilha do dia antes", "Baudolino", "A misteriosa chama da rainha Loana" e "O cemitério de Praga".

No ano passado editou "Número Zero", que coloca questões sobre jornalismo e as novas plataformas digitais, escolhendo como cenário narrativo a redação de um jornal diário.

Umberto Eco morreu aos 84 anos.

  • Aeroporto Cristiano Ronaldo? Nem todos os madeirenses estão de acordo
    2:21
  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.