sicnot

Perfil

Cultura

Leonor Teles ganha Urso de Ouro para curta-metragem

A realizadora portuguesa Leonor Teles venceu o Urso de Ouro para curta-metragem no Festival de Cinema Berlim, com o filme "Balada de um Batráquio".

© Fabrizio Bensch / Reuters

© POOL New / Reuters

O filme reflete sobre o uso de sapos de cerâmica como forma de xenófobia para com a etnia cigana em Portugal.

O filme reflete sobre o uso de sapos de cerâmica como forma de xenófobia para com a etnia cigana em Portugal.

A "curta" aborda a prática comum em Portugal do uso de sapos de cerâmica, por parte de lojistas e proprietários de cafés e restaurantes, de forma a evitarem a entrada nesses estabelecimentos de membros da comunidade cigana, que têm várias superstições ligadas ao animal.

Leonor Teles, que tem raízes ciganas por parte do pai, já se tinha focado nesta comunidade no primeiro filme, "Rhoma Acans", e confessou que a impotência sentida na primeira película inspirou-a a desenvolver uma nova abordagem, em "Balada de um Batráquio".

O filme competiu com outras 24 películas, incluindo uma outra portuguesa, "Freud und Friends", de Gabriel Abrantes.

A 66ª edição do festival de cinema de Berlim, que encerra no domingo, contou com a presença de oito filmes de produção portuguesa, três dos quais na competição oficial.

Outro filme português, "Rafa" de Joao salaviza, venceu este mesmo prémio em 2012.

Última atualização às 19:02

  • Um homem de 83 anos é a 42.ª vítima dos incêndios
    1:27

    País

    Subiu para 42 o número de vítimas mortais nos incêndios deste domingo. Um homem de 83 anos foi encontrado sem vida em Lugar de Covelo, em Vouzela. O número de feridos mantém-se, 14 estão em estado grave. A maior parte das mortes aconteceu no distrito de Coimbra (20) e Viseu (19). Segundo a Proteção Civil, já não há desaparecidos. Sete pessoas estavam dadas como desaparecidas e apenas uma foi encontrada sem vida. Um bebé de poucos meses tinha sido dado como morto, mas foi encontrado com vida.

  • Um pedido de desculpas aos portugueses e um ultimato ao Governo
    3:21
  • Vouzela tenta regressar à normalidade, 8 pessoas morreram no concelho
    2:28

    País

    No concelho de Vouzela, a população começa a voltar à normalidade. Aos poucos a luz e a água estão a voltar e as pessoas começam a ganhar forças para reconstruir aquilo que lhes foi tirado pelos fogos. No entanto, as feridas demoram a sarar e não será fácil esquecer que 80 a 90 por cento deste concelho foi destruído pelos incêndios e oito pessoas morreram.

  • Material de guerra de Tancos encontrado, faltam munições
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • Madrid admite suspender autonomia da Catalunha
    1:51
  • Alemanha já tem uma versão de Donald Trump... em cera
    1:08