sicnot

Perfil

Cultura

TV chinesa distingue comida portuguesa

A principal cadeia de televisão da China, a CCTV, distinguiu hoje a comida tradicional portuguesa numa reportagem difundida no programa "Weidao" ("Sabores"), com o único chef português estabelecido em Pequim, Paulo Quaresma.

O "Camões" é um restaurante localizado num hotel de cinco estrelas do centro de Pequim e propriedade de um magnata de Macau

O "Camões" é um restaurante localizado num hotel de cinco estrelas do centro de Pequim e propriedade de um magnata de Macau

legendalehotel.com

Durante o registo, de dez minutos, Paulo Quaresma começa por confecionar um arroz de marisco, enquanto a repórter traduz para chinês os truques daquela receita "bem portuguesa".

"Nós [portugueses] adoramos marisco, devido à nossa extensa costa marítima", explica o chef'.

A cena passa-se no "Camões", restaurante localizado num hotel de cinco estrelas do centro de Pequim e propriedade de um magnata de Macau.

Aberto em 2008, o espaço distingue-se pela decoração interior, com painéis de azulejo que evocam episódios da biografia do autor de Os Lusíadas.

"Apesar de Portugal ser pequeno, vivemos junto ao mar, e, por isso, o nosso contacto com culturas estrangeiras foi estabelecido inicialmente por via marítima", conta Paulo Quaresma à jornalista chinesa.

Com 20 anos de profissão, o 'chef' português chegou a Pequim em 2010, onde entretanto casou com uma mulher chinesa e é pai de um rapaz já com três anos.

"Em casa, só em dias especiais é que cozinho comida portuguesa", admite Paulo à CCTV. "Em Portugal temos um dizer: 'Casa de ferreiro, espeto de pau'", justifica.

Em Pequim, sede de um município com mais de 21 milhões de habitantes, vivem cerca de 130 portugueses. Em 2014, abriu um segundo restaurante português na cidade, o "Dom Frango", mas o chef é chinês.

Já na capital económica da China, Xangai, existem três restaurantes de culinária portuguesa.

A reportagem termina com Paulo, acompanhado do filho e da mulher, e mais um grupo de portugueses sentado numa das mesas do "Camões", onde, para além do arroz de marisco, são servidos pastéis de bacalhau e chouriço grelhado e pastéis de nata.

Lusa

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51

    Cultura

    A Parques de Sintra ganhou, pelo quarto ano consecutivo, os World Travel Awards na categoria de "Melhor Empresa de Conservação do Mundo". A empresa portuguesa, que gere monumentos, parques e jardins situados na zona da Paisagem Cultural de Sintra e em Queluz, voltou a ser a única nomeada europeia na categoria, e foi a vencedora entre candidatos de todo o mundo.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.