sicnot

Perfil

Cultura

PSD diz que decisão de demitir presidente do CCB é de "arrogância e prepotência"

O deputado Pedro Pimpão, do PSD, afirmou hoje que a decisão do ministro da Cultura, João Soares, de demitir o presidente da Fundação Centro Cultural de Belém (CCB), António Lamas, é de "arrogância e prepotência".

Centro Cultural de Belém. (Lusa/Arquivo)

Centro Cultural de Belém. (Lusa/Arquivo)

© Desmond Boylan / Reuters

Em declarações à agência Lusa, depois da discussão da proposta de Orçamento do Estado de 2016 para a Cultura, hoje, na Assembleia da República, o deputado lamentou a decisão "premeditada" do ministro João Soares em ter revelado que já tinha em mente uma pessoa para ocupar o lugar de António Lamas no CCB.

Hoje, João Soares afirmou aos deputados que, na segunda-feira, demitirá o presidente do CCB, caso este não se demita até lá. Em causa, nesta discordância entre António Lamas e João Soares, está o projeto de gestão integrada do chamado "eixo Belém-Ajuda", cuja estrutura de missão foi extinta na semana passada, em Conselho de Ministros.

"O facto de deixar de haver estrutura de missão não se pode confundir com a presidência do CCB", disse Pedro Pimpão.

Na audiência, sobre a pessoa que pretende ver no lugar de António Lamas, e sem a nomear, João Soares afirmou que é "uma solução alternativa, capaz, de alguém com experiência, bastante mais jovem, com provas dadas, nomeadamente ao nível de responsabilidades públicas num ministério", que já foi tutelado por Gabriela Canavilhas, atualmente deputada.

"Terá de haver uma mudança, o CCB tem de funcionar como a referência cultural que não foi nos últimos quatro anos", disse.

Contactada pela agência Lusa, fonte do CCB disse hoje à tarde que o "professor António Lamas se encontra incontactável". Em declarações anteriores ao jornal Público, António Lamas garantia que "ainda" é o presidente do CCB e que não pensa demitir-se.

João Soares afirmou que não tem "a menor das hostilidades do ponto de vista pessoal" com António Lamas -- nomeado presidente do CCB em 2014 -, mas lamentou "uma gestão pouco prudente", dando como exemplo que "seis milhões [de euros] das reservas foram gastos nos últimos tempos".

Lusa

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.