sicnot

Perfil

Cultura

Ministro da Cultura demite António Lamas do CCB e nomeia Elísio Summavielle

O ministro da Cultura, João Soares, demitiu hoje o presidente do Centro Cultural de Belém, António Lamas, e nomeou Elísio Summavielle para o substituir.

MANUEL DE ALMEIDA

"O ministro da Cultura João Soares recebeu esta segunda-feira, 29 de fevereiro, à noite, no seu gabinete, o Professor António Lamas, a quem entregou cópia do despacho da sua exoneração do cargo de presidente do Centro Cultural de Belém", refere em comunicado o Ministério da Cultura.

"O novo presidente do Centro Cultural de Belém será o Dr. Elísio Summavielle", acrescenta, o curto comunicado.

Na sexta-feira, João Soares afirmou aos deputados que, na segunda-feira, iria demitir o presidente do Centro Cultural de Belém.

Em causa, nesta discordância entre António Lamas e João Soares, está o projeto de gestão integrada do chamado "eixo Belém-Ajuda", cuja estrutura de missão foi extinta na semana passada, em Conselho de Ministros.

João Soares afirmou que não ter "a menor das hostilidades do ponto de vista pessoal" com António Lamas -- nomeado presidente do CCB em 2014 -, mas lamentou "uma gestão pouco prudente", dando como exemplo que "seis milhões [de euros] das reservas foram gastos nos últimos tempos".

Lusa

  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.