sicnot

Perfil

Cultura

Produtora indiana vai rodar filme na íntegra em Portugal

A produtora indiana de cinema All Around Globe, do produtor Rengarajan Jaiprakash, prepara-se para rodar na íntegra uma longa-metragem em Portugal, onde abriu uma delegação, disse hoje à Lusa fonte da empresa.

Equipa de produção da All around globe

Equipa de produção da All around globe

allaroundglobe.com

"Airport - Shaira & Me" será rodado entre abril e maio e representa a primeira longa-metragem que aquela produtora indiana rodará na totalidade em Portugal, depois de ter filmado algumas cenas em território português desde 2013.

De acordo com a produtora, "Airport - Shaira & Me" será rodado pelo ator e realizador com Adhyayan Suman em Lisboa, Sintra, Porto, Beja e em algumas praias no Algarve.

Desde 2013 que esta produtora indiana tem escolhido Portugal como destino de rodagem de algumas cenas para quatro filmes: "Balupu" (2013), "Bachchan" (2014), "Pandaga Chesko" (2015) e "Chakravyuha" (2016).

Sedeada na Índia, a All Around Globe tem também escritórios na Suíça, no Reino Unido e, desde fevereiro, em Lisboa.

Nos últimos anos, Portugal tem procurado que mais produtoras cinematográficas estrangeiras filmem em território nacional, através de estruturas como as "film commissions" e em articulação com o setor do turismo.

O anterior governo chegou a criar em 2014 um grupo de trabalho interministerial, designado por "Portuguese Film Commission", precisamente para promover os recursos de Portugal na captação de produções cinematográficas e audiovisuais estrangeiras.

Em 2015, em entrevista à agência Lusa, a presidente do Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA), Filomena Serras Pereira, falava na intenção de promover o país "como destino de rodagem, através de um esquema de incentivos e com o fundo de financiamento".

Esse fundo de financiamento teria como objetivo financiar os produtores estrangeiros para filmarem em Portugal. Na altura, Filomena Serras Pereira afirmou que gostaria que esse fundo tivesse três milhões de euros.

Na proposta de Orçamento do Estado (OE) para 2016, o atual Governo incluiu a criação de um incentivo fiscal de apoio à produção de cinema em Portugal e cujo modelo deverá estar desenvolvido até maio.

Aquele incentivo fiscal passa por uma dedução à coleta de Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas (IRC), que é apurada sobre as despesas da produção cinematográfica, igual ou superior a um milhão de euros.

A ideia é criar um mecanismo para que as verbas coletadas por aquele incentivo sejam depois utilizadas por produções abaixo desse valor, ou seja, pelos "que não apurem coleta de IRC suficiente para a dedução prevista", lê-se na proposta de OE.

De acordo com dados do ICA, o setor do cinema, audiovisual e multimédia em Portugal representava, em 2012, cerca de 6.800 trabalhadores, 811 empresas e um volume de 949 milhões de euros em vendas, dos quais apenas 73 milhões de euros eram para exportação.

Lusa

  • "Há uma grande diferença em relação à anterior liderança do PSD"
    14:29

    País

    O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, esteve esta quarta-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. As novas relações com o PSD e a reprogramação do Portugal 2020 foram alguns dos temas de conversa. Pedro Marques defende que existe "uma grande diferença" entre as lideranças de Passos Coelho e Rui Rio no PSD.

    Entrevista SIC Notícias

  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

    Enviados SIC

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • Casal mantinha filhos trancados sem comida

    Mundo

    Se pensava que só existia uma casa dos horrores, a da família Turpin, desengane-se. A polícia de Tucson, no estado norte-americano do Arizona, deteve na terça-feira um casal que mantinha os quatro filhos adotivos trancados em quartos separados.

    SIC

  • Pigcasso, a porca pintora que tem uma galeria de arte

    Mundo

    O nome sugere o talento da artista que vive na Cidade do Cabo, na África do Sul. Pigcasso estava prestes a morrer, quando foi resgatada por uma ativista que a ajudou a enveredar pelo caminho da pintura. Desde pequena começou a pegar em pincéis e agora é o primeiro animal do mundo com uma galeria de arte, onde já lançou a sua primeira exposição intitulada 'Oink!'.