sicnot

Perfil

Cultura

Talkfest começa esta quinta-feira em Lisboa

A relação entre os festivais e o turismo, as questões de segurança ou de financiamento estarão em discussão no quinto fórum internacional Talkfest, dedicado aos festivais de música, que começa na quinta-feira em Lisboa.

"Em cinco anos, o Talkfest cresceu e este ano teremos mais de oitenta oradores, num programa mais concentrado em dois dias e com coisas a acontecer ao mesmo tempo (...) Queremos que o fórum seja um ponto de encontro sobre o que está a ser feito ao nível dos festivais", afirmou à agência Lusa um dos organizadores, Ricardo Bramão.

Este ano, o Talkfest transita do Instituto Superior de Economia e Gestão para o centro de reuniões da FIL, em Lisboa, coincidindo também com a BTL - a Feira Internacional de Turismo, e contará com dois dias de debates, seminários, conferências, apresentações científicas, feira de emprego e concertos.

O Talkfest, o único fórum dedicado exclusivamente à discussão sobre o panorama dos festivais de música em Portugal, contará este ano com produtores, jornalistas, diretores de festivais, responsáveis da Proteção Civil, diretores de comunicação de empresas associadas a festivais, gestores e músicos.

O fórum abrirá com o debate sobre financiamento, patrocínios e receitas próprias dos festivais, contando com outros painéis sobre a importância da notoriedade de uma marca associada a um evento, da cobertura por media online, a internacionalização da música, o envolvimento do turismo, a segurança e os sistemas de vigilância nos recintos.

Durante o Talkfest será ainda apresentada uma nova edição do "perfil do festivaleiro", que traça um retrato dos espectadores dos festivais de verão com base em inquéritos.

De acordo com dados preliminares adiantados à Lusa, os frequentadores de festivais gastaram entre 10 a 20 euros, frequentaram em média 2,7 festivais por ano e a maioria já foi ou tenciona ir a eventos de música no estrangeiro.

No âmbito do Talkfest serão ainda atribuídos, na quinta-feira, os Iberian Festival Awards, prémios que distinguem os melhores festivais de música de Portugal e Espanha e que contam este ano com a primeira edição.

Estes prémios reconhecerão os festivais em quase vinte categorias, abrangendo a dimensão, a sustentabilidade, o melhor cartaz e o melhor concerto, a cobertura mediática ou as infraestruturas.

Na categoria de melhor festival de grande dimensão, por exemplo, entre os dez nomeados estão apenas três eventos portugueses: O Festival Músicas do Mundo de Sines, o Musa Cascais e o FFM RFM.

As atuações dos Buraka som Sistema no Sudoeste, dos Clã nos Bons Sons, de Manel Cruz no Primavera Sound do Porto, de The Legendary Tigerman em Paredes De Coura e dos Xutos e Pontapés no Sol da Caparica estão nomeadas para melhor concerto ibérico.

Na cerimónia de entrega dos prémios atuarão os músicos João Gil, noiserv e Marisa Liz & Tiago Dias (Amor Electro).

Em parceria com o Talkfest, o Musicbox acolherá na quinta-feira concertos de Tó Trips, Benjamim e Pista.

Toda a programação pode ser consultada em talkfest.eu.

Lusa

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.