sicnot

Perfil

Cultura

"Fantasporto for Peace" amanhã no Rivoli

O Fantasporto, que decorre no teatro Rivoli até ao próximo domingo, vai dedicar uma sessão aos temas da intolerância religiosa e do racismo amanhã intitulada "Fantasporto for Peace".

Cartaz Fantasporto

Cartaz Fantasporto

"Dois filmes que focam os temas da intolerância religiosa e do racismo, bem na ordem do dia, são objeto de uma sessão especial, quinta -feira à noite, integrada no 36.º Fantasporto - Festival internacional de Cinema do Porto. Ambas as películas estão centradas na perseguição aos judeus durante a II Guerra Mundial e são baseadas em acontecimentos verídicos", escreveu a organização num comunicado divulgado hoje.

No pequeno auditório do Rivoli, a partir das 21:15, vai ser exibido "Exodus to Shanghai", de Anthony Hickox, acompanhado pela curta-metragem "Ensemble", de Mohamed Fekrane.

De acordo com a organização, o filme de Hickox, do ano passado, "conta a história do doutor Ho, cônsul chinês em Viena, que, contra as instruções do seu governo, concedeu vistos a muitas centenas de judeus para que pudessem fugir para Xangai (na China), quando a Alemanha anunciou, em 1938 a anexação da Áustria".

Já o francês "Ensemble", de 2009, "conta a história do imã da Mesquita de Paris que salvou mais de um milhar de jovens judeus dos nazis na Paris ocupada, escondendo-os da polícia alemã".

"Estas histórias ensinam-nos que todas as raças e religiões podem viver juntas em paz, desafiando a cegueira do preconceito racial. Os dois filmes estão incluídos na secção não-competitiva 'Première & Panorama' do Fantasporto", acrescentou o festival.

Lusa

  • Younes Abouyaaqoub, o homem mais procurado de Espanha
    1:53
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22