sicnot

Perfil

Cultura

Museu de São Roque lança três novas exposições no Google Art

O Museu de São Roque, em Lisboa, lançou três novas exposições no Google Art Project, incluindo a coleção de relíquias e relicários doada à Companhia de Jesus e a coleção de ourivesaria romana da capela da igreja naquele museu.

© Paulo Whitaker / Reuters

De acordo com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML), responsável pelo Museu de São Roque, foram desenvolvidos conteúdos virtuais sobre três novas exposições que apresentam obras do património nacional português.

Uma das exposições intitula-se "The life and legend of Saint Francis Xavier" ("A vida e a lenda de São Francisco Xavier"), dedicada ao ciclo de pinturas da vida do santo, criada pelo pintor André Reinoso, e "Relics and Reliquaires of São Roque" ("Relíquias e relicários de São Roque"), uma introdução à compreensão histórica da coleção de relíquias e relicários doada à Companhia de Jesus, nos séculos XVI e XVIII.

A terceira exposição intitula-se "The Chapel of Saint John the Baptist and its treasure" ("A capela de São João Baptista e o seu tesouro"), e mostra uma visão abrangente da histórica Capela de São João Baptista da Igreja de São Roque, "considerada única no seu género em Portugal, com a mais importante coleção de ourivesaria romana fora de Itália", segundo a SCML.

A plataforma "online" disponibiliza atualmente, no Google, mais de seis milhões de itens culturais e mais de 60.000 obras de arte, e Portugal está presente nesta rede digital desde 2012, com vários museus, desde o Museu do Caramulo aos da Fundação Calouste Gulbenkian e Museu Coleção Berardo.

O Google Art Project possui conteúdos de mais de 800 museus e instituições culturais de 60 países.

Lusa

  • A menina síria que relata a guerra no Twitter está bem, diz o pai

    Mundo

    Bana Alabed, a menina síria de 7 anos que conta no Twitter a luta pela sobrevivência e os horrores da guerra em Alepo, teve de abandonar a sua casa que foi bombardeada mas está bem, disse hoje o seu pai à Agência France Press. A conta esteve fechada domingo, mas foi entretanto reativada e tem hoje uma nova publicação de Bana.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.