sicnot

Perfil

Cultura

"O baile" de Edgar Neville estreia quinta-feira no Casino Estoril

A peça "O baile", de Edgar Neville, com encenação de João Mota, estreia-se na quinta-feira, no auditório do Casino Estoril, nos arredores de Lisboa, com Carla Chambel, Henrique de Carvalho e Rui Neto.

No átrio do Casino Estoril estará patente, durante o período que a peça fica em cartaz, previsivelmente até finais de abril, segundo fonte da Estoril Sol, uma exposição de peças originais, guarda-roupa, adereços de cena e objetos pessoais dos atores Laura Alves, Paulo Renato e Ruy de Carvalho, que protagonizaram, em 1959, "O baile", no demolido Teatro Monumental, em Lisboa, numa encenação de António Pedro, com cenários e figurinos de Pinto de Campos.

A peça teve grande sucesso de público tendo sido por duas vezes transmitida pela RTP, a 27 de outubro de 1965 e, novamente, em 1966, segundo o centro de Estudos de Teatro da Faculdade de Letras da universidade de Lisboa.

"Em 'O baile', a ação percorre três gerações ao longo do século XX, centrando-se em três personagens de classe média/alta lisboeta: numa mulher, Adélia, casada com Pedro, por sua vez amigo íntimo de Julião, antigo namorado dela, personagem que, por amor a ela e por amizade a ele, se manteve sempre muito próximo do casal, chegando até a viver na mesma casa como hóspede", adiantou à Lusa fonte da Estoril Sol, acrescentando, não se tratar "contudo, de um trio amoroso".

"Adélia tem uma doença fatal e a eventual morte prematura exige deles uma mudança radical, não muito difícil para o Pedro, mas dolorosa para Julião", adianta a apresentação da obra.

Nesses momentos em que uma mulher anseia, secretamente, para si mesma, por "liberdade, emancipação social e isolamento conjugal, surge, então, um 'baile de máscaras', o qual vai trazer à tona algo que nunca morre, o amor", segundo a mesma fonte.

A peça tem antestreia marcada para quarta-feira.

Lusa

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John Mccain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06
  • Menos casos de sida em Portugal
    1:44