sicnot

Perfil

Cultura

Historiadora Isabel Cordeiro na administração do CCB, sai engenheiro Daniel Silva

A historiadora Isabel Cordeiro, ex-diretora-geral do Património Cultural, de 2012 a 2014, passa a fazer parte do conselho de administração do Centro Cultural de Belém (CCB), substituindo o engenheiro Daniel Vaz Silva, disse à agência Lusa fonte oficial.

Centro Cultural de Belém. (Lusa/Arquivo)

Centro Cultural de Belém. (Lusa/Arquivo)

© Desmond Boylan / Reuters

A mesma fonte afirmou que Miguel Leal Coelho, que também fazia parte do conselho de administração do CCB, se mantém em funções.

No passado dia 29 de fevereiro, o ministro da Cultura, João Soares, demitiu o então presidente do CCB, António Lamas, e nomeou Elísio Summavielle para o cargo.

Segundo os estatutos do CCB, o conselho de administração é constituído por três membros, sendo os vogais designados por despacho do titular da pasta da Cultura.

O mandato dos membros do Conselho de Administração é de três anos.

O novo conselho de administração deve entrar em funções em pleno na terça-feira, depois da publicação das nomeações, em Diário da República.

Lusa

  • Vidas de fogo
    12:04

    Reportagem Especial

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.