sicnot

Perfil

Cultura

Historiadora Isabel Cordeiro na administração do CCB, sai engenheiro Daniel Silva

A historiadora Isabel Cordeiro, ex-diretora-geral do Património Cultural, de 2012 a 2014, passa a fazer parte do conselho de administração do Centro Cultural de Belém (CCB), substituindo o engenheiro Daniel Vaz Silva, disse à agência Lusa fonte oficial.

© Desmond Boylan / Reuters

A mesma fonte afirmou que Miguel Leal Coelho, que também fazia parte do conselho de administração do CCB, se mantém em funções.

No passado dia 29 de fevereiro, o ministro da Cultura, João Soares, demitiu o então presidente do CCB, António Lamas, e nomeou Elísio Summavielle para o cargo.

Segundo os estatutos do CCB, o conselho de administração é constituído por três membros, sendo os vogais designados por despacho do titular da pasta da Cultura.

O mandato dos membros do Conselho de Administração é de três anos.

O novo conselho de administração deve entrar em funções em pleno na terça-feira, depois da publicação das nomeações, em Diário da República.

Lusa

  • Rúben Lima nega crimes de corrupção no processo Cashball
    6:04

    Desporto

    Rúben Lima, um dos oito jogadores suspeitos de terem sido aliciados por intermediários ao serviço do Sporting para beneficiar o clube de Alvalade, nega todos os crimes investigados pela Polícia Judiciária. Numa entrevista exclusiva à SIC, o jogador do Moreirense garante que não conhece nenhum dos quatro arguidos detidos no âmbito do processo Cashball.

    Exclusivo SIC

  • Partido Podemos com votação inédita em Espanha
    1:32

    Mundo

    Há uma votação inédita em Espanha. O Podemos começou esta terça-feira a decidir a continuidade do líder do partido, depois de Pablo Iglesias e a companheira terem comprado uma casa de 600 mil euros.

  • 14 sacerdotes suspensos por abusos sexuais no Chile

    Mundo

    A diocese da cidade chilena de Rancagua anunciou na terça-feira a suspensão de 14 sacerdotes implicados num novo escândalo de abusos sexuais sobre jovens e menores. Todos eles pertenciam a um grupo de se autointitulou de "La Familia", segundo a investigação jornalística.