sicnot

Perfil

Cultura

Campanha de aquisição do quadro de Domingos Sequeira com 400 dos 600 mil euros

A campanha de aquisição do quadro de Domingos Sequeira "Adoração dos Magos", lançada pelo Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), em Lisboa, ultrapassa, a partir de hoje, os 400 mil euros, dos 600 mil necessários, segundo a organização.

SIC

"Graças à Fundação Aga Khan, a campanha 'Vamos pôr o Sequeira no lugar certo' entra na fase final", anunciou esta noite fonte da campanha do museu, na página da iniciativa, no Facebook.

"O apoio, verdadeiramente exemplar, corresponde a 1/3 do valor total da subscrição", 200 mil euros, "coroando o esforço dos muitos milhares de portugueses que já a apoiaram", lê-se na mensagem.

De acordo com a edição 'online' do jornal Público, a doação ao MNAA será concretizada na quarta-feira, pelo próprio príncipe Amyn Aga Khan.

Os 200 mil euros doados pela Fundação Aga Khan juntam-se a cerca de outros 200 mil já angariados, desde o final de outubro do ano passado, vindos sobretudo de doações de singulares, muitas delas anónimas ou feitas por transferência bancária, de acordo com o sítio da campanha, patrocinar.publico.pt.

Nesse endereço são também identificadas contribuições de entidades como a Fundação Carmona e Costa e a Fundação Luso-Americana, o Automóvel Clube de Portugal, a associação AGIC de guias e intérpretes, os arquitetos Aires Mateus e a galeria Jorge Welsh, algumas autarquias, como o Município de Cantanhede, pioneiro na doação, e pequenas e médias empresas, de setores que vão da produção audiovisual, aos equipamentos médicos e às instalações elétricas.

No início deste mês, a Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) doou dez mil euros para a compra desta tela e, na mesma altura, a Fundação EDP anunciou que ia fazer uma contribuição de 15 mil euros, enquanto a ANA Aeroportos de Portugal prometeu 20 mil euros.

Em janeiro, o agrupamento de Escolas Domingos Sequeira, em Leiria, convidou os seus 2.800 alunos a ajudarem o MNAA a adquirir este quadro do seu patrono e, em dezembro, a Associação Nacional dos Municípios Portugueses e a Associação Nacional de Freguesias apelaram à participação das autarquias.

A campanha de angariação de fundos para comprar a tela "A Adoração dos Magos", lançada no ano passado, "Vamos pôr o Sequeira no lugar certo", tem como objetivo ajudar o museu a adquirir a obra que Domingos Sequeira pintou em 1828, e da qual o MNAA possui o desenho final e vários preparatórios.

A tela de Domingos Sequeira - considerada "insubstituível" pelo museu - faz parte da série "Palmela", com quatro pinturas religiosas, e o MNAA possui, na sua coleção, os desenhos preparatórios de estudo de todas elas, mas não os respetivos óleos.

O MNAA tem no seu acervo cerca de 30 obras em pintura e desenho de Domingos Sequeira (1768-1837), cujo trabalho realizado, nas primeiras décadas do século XIX, se encontrava no "umbral da modernidade", entre o Classicismo e o Romantismo, de um modo similar a Francisco de Goya, seu contemporâneo na cultura espanhola, atesta o MNAA.

Devido ao seu talento, Domingos Sequeira conseguiu proteção aristocrática e uma bolsa para se aperfeiçoar em Roma, onde privou com vários mestres e conquistou prémios académicos.

A campanha, inédita em Portugal, decorre até abril, e o museu tem toda a informação disponível em sequeira.publico.pt.

Lusa

  • Aeroporto Cristiano Ronaldo? Nem todos os madeirenses estão de acordo
    2:21
  • Hotel inovador na Madeira
    2:23

    Economia

    O grupo Pestana está a construir no Funchal, um novo e único hotel, através de uma técnica inovadora que quase não utiliza cimento. Este vai ser o primeiro hotel do mundo construído com um sistema modular desenvolvido em Portugal. O hotel vai ter 77 quartos e vai ficar construído em apenas seis meses. O maior grupo hoteleiro português admite recorrer a este novo sistema em futuros hotéis.

  • Fatura da água a dobrar
    2:26

    Economia

    Desde o início do ano que a população de Celorico de Basto está a receber duas faturas da água para pagar. Tanto a Câmara como a Águas do Norte reclamam o direito a cobrar pelo serviço. Contactada pela SIC, a Entidade Reguladora esclarece que o município não pode emitir faturas e tem de devolver o dinheiro.

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43

    Daesh

    Há suspeitas de que o Daesh tenha criado uma vala comum com cerca de seis mil corpos a sul de Mossul, no Iraque. A área em redor estará minada. A revelação é de uma equipa de reportagem da televisão britânica Sky News.

  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.