sicnot

Perfil

Cultura

Alves/Gonçalves e Storytailors no arranque do Portugal Fashion em Lisboa

A dupla de criadores Alves/Gonçalves e os Storytailors estão hoje em destaque no início do 38º Portugal Fashion, em Lisboa, que arranca com um desfile inédito dos alunos do curso profissional de Design de Moda da Casa Pia.

© Hugo Correia / Reuters

O primeiro dia do Portugal Fashion volta a ser em Lisboa, conforme tem vindo a acontecer nas últimas edições, seguindo depois para o Porto, para três jornadas de desfiles, que decorrem até sábado entre a Alfândega do Porto e espaços diferentes da cidade, com propostas para o outono/inverno.

Organizado pela Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), o evento de moda arranca às 18:30, no Convento do Beato, com o projeto Arte Moda by Casa Pia, no qual são apresentados os trabalhos finais dos alunos do curso profissional técnico de Design de Moda da Casa Pia, "num desfile coletivo em que se pretende divulgar o talento dos jovens criadores formados na instituição".

O encerramento do primeiro dia está a cargo da dupla de criadores Alves/Gonçalves, cuja coleção para a próxima estação fria "representa vários confrontos: oversize versus longilíneo, dialeto feminino versus masculino, simplicidade versus austeridade versus urbano, ordem versus desordem e baço versus brilho".

Já os Storytailors levam à passerelle do Portugal Fashion, segundo informação da organização, "A Caminhada da Viúva Branca", em que propõem "padrões e materiais que podem despertar uma multiplicidade de ideias e sensações" e "sobreposições de camadas que transformam a silhueta".

"Lãs, o burel da Burel Factory, pelos, veludos, cetim, 'georgette', algodão, fibra. Texturas, cortes e motivos aplicados que sugerem conchas, espirais e escamas. Matérias-primas tradicionais portuguesas e materiais e acabamentos tecnológicos", descrevem ainda.

Depois da emancipação do espaço Bloom, dedicado a novos talentos, os criadores emergentes Susana Bettencourt e Estelita Mendonça mantêm-se na passerelle principal e apresentam, num desfile conjunto, os coordenados para o próximo outono/inverno.

Aliás, a plataforma destinada aos jovens criadores também marca presença no primeiro dia do evento e no espaço Bloom a marca HIBU apresenta uma vez mais as suas criações.

Lusa

  • "Claramente que há mandantes e que foi uma operação organizada"
    4:14

    Crise no Sporting

    Os 23 detidos por suspeitas de terem participado no ataque à Academia de Alcochete ficaram em prisão preventiva. Miguel Sousa Tavares considera que a decisão "é mais para ser exemplar". O comentador da SIC acredita que há mandantes e que esta foi uma "operação organizada". Sousa Tavares diz ainda que os "políticos não têm coragem para impor as leis" e que em Portugal "brinca-se com a lei".

    Miguel Sousa Tavares

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.

  • Jovem britânico em fuga é detido depois de responder à polícia no Facebook

    Mundo

    Através do Facebook, a polícia de West Yorkshire mostrou-se preocupada perante o desaparecimento de um jovem de 21 anos e pediu por informações que pudessem leva-los a descobrir Leon Smith. Contudo, o que não deveriam estar à espera, era que o próprio desaparecido respondesse na rede social e que desafiasse a polícia a "fazer o seu trabalho". As autoridades acabaram por localizar o jovem no mesmo dia.

    SIC